Violência: ameaça, agressão, humilhação e até flagrante de tentativa de estupro foram registrados ontem pela Polícia Militar

Mulheres de cidades, idades e profissões diferentes, compartilharam ontem, uma dor incomum entre elas, e milhões de mulheres do Brasil. A violência; física, verbal e psicológica, que apesar de terem sido praticadas em locais diferentes, deixam as mesmas marcas, que talvez nunca sejam apagadas, ou minimizadas da alma feminina, e diariamente a humilhação será um fantasma inoportuno.

Na cidade de Quintana um meliante foi preso às 6h19, ontem (27), após invadir a casa da vítima que dormia, ela foi bruscamente acordada por C. que exigia relações sexuais. A mulher, que estava em estado de choque, com lesões no pescoço e no corpo, além de dores abdominais, conseguiu fugir e pedir ajuda aos vizinhos, o autor foi mantido no local pelos moradores até a chegada dos Policiais Militares Cabo Prates e Soldado Augusto, que o conduziram para a Central de Polícia Judiciária onde foi preso em flagrante pelo crime de tentativa de estupro.

Vítima foi socorrida pela ambulância de Quintana e encaminhada ao Pronto-Socorro local.

Já em Parapuã às 15h13 a Polícia Militar teve que aturar o agressor “valentão” que portava um pedaço de madeira na mão e ameaçava os policias o tempo todo durante a ocorrência. A PM chegou até o local após pedido de ajuda de uma mulher que relatou ter sofrido agressões e precisava voltar ao local que o “valentão” se encontrava para retirar seus pertences.

Diante de várias ameaças e inúmeras tentativas de diálogo sem sucesso da PM com o autor do crime, e após ele tentar agredir a equipe policial, Cabo Xavier e Soldado Reinó, precisaram fazer uso da arma de incapacitação “Taser” para conter o indivíduo.

Algemado o homem foi levado à CPJ de Tupã, onde permaneceu preso.

Em Quatá o final também foi cadeia, para o homem que mesmo com a vítima caída no chão não parava com as agressões, uma testemunha tentava cessar a violência. Com a chegada da Polícia Militar no local, Cabo Donha e Soldados Reinof e Sena, o covarde parou de bater na mulher e começou ameaçar a testemunha.

A mulher foi socorrida pela ambulância e levada para receber os socorros necessários, o autor das agressões foi apresentado na Polícia Civil de Tupã e preso.

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Email
Imprimir

Sobre o autor

Equipe Tupãense Notícias

Equipe Tupãense Notícias

O portal Tupãense reúne os melhores produtores de conteúdo da região para fornecer a você notícias de alta qualidade.

Mais notícias

Últimas notícias

Últimas notícias

Últimas notícias

Últimas notícias

Proibida a reprodução total ou parcial.Para licenciar este conteúdo e reproduzi-lo entre em contato com nossa equipe comercial.