Explosão atinge prédio em Kharkiv, segunda maior cidade da Ucrânia; veja vídeo

O prefeito da cidade, Igor Terekhov, afirmou que na segunda-feira os russos atacaram um bairro residencial e mataram pelo menos 9 pessoas —sendo que 5 eram de uma mesma família, que morreu em um carro

Houve uma explosão na cidade de Kharkiv, a segunda maior da Ucrânia, na manhã desta terça-feira (1º) em frente a um prédio do governo regional.

Um vídeo mostra uma grande bola de fogo que envolve carros que estavam no local.

A explosão aconteceu cerca de 8h (3h em Brasília). O toque de recolher havia terminado duas horas antes, de acordo com o Ministério do Interior da Rússia.

Ainda não se sabe se houve mortos ou feridos por causa da explosão.

O prefeito da cidade, Igor Terekhov, afirmou que na segunda-feira os russos atacaram um bairro residencial e mataram pelo menos 9 pessoas —sendo que 5 eram de uma mesma família, que morreu em um carro.

Oleg Synegubov, o chefe da administração regional, disse que a Rússia usou mísseis disparados de um veículo militar e os disparou de aviões. “Esses ataques são genocídio do povo ucraniano, um crime de guerra contra a população civil”, ele afirmou.

Ucranianos pedem isolamento da Rússia após ataque

Dmytro Kuleba, ministro das Relações Exteriores da Ucrânia, pediu à comunidade internacional o isolamento completo da Rússia depois dos ataques em Kharkiv, a segunda maior cidade do país.

“Ataques bárbaros por mísseis russos na Praça da Liberdade, no centro, e em distritos residenciais de Kharkiv. Putin não consegue dobrar a Ucrânia. Ele está cometendo mais crimes de guerra só por fúria, [ele] mata civis inocentes”, disse Kuleba.

Mykhailo Podolyak, um assessor da presidência do país, afirmou que a Rússia está atingindo regiões centrais de cidades para causar pânico e matar civis.

Fonte: G1.

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Email
Imprimir

Sobre o autor

Equipe Tupãense Notícias

Equipe Tupãense Notícias

O portal Tupãense reúne os melhores produtores de conteúdo da região para fornecer a você notícias de alta qualidade.

Mais notícias

Últimas notícias

Últimas notícias

Últimas notícias

Últimas notícias

Proibida a reprodução total ou parcial.Para licenciar este conteúdo e reproduzi-lo entre em contato com nossa equipe comercial.