Falta de cilindro afeta logística de abastecimento de oxigênio medicinal em Getulina

Segundo o diretor de Saúde, a cidade ainda não enfrenta falta de oxigênio, mas precisou levar cilindros até o fornecedor para reabastecimento, o que fez o processo demorar mais. Santa Casa já firmou contrato com empresa que irá instalar uma usina de oxigênio na cidade

A cidade de Getulina (SP) está na lista de mais de 50 cidades que foram apontadas pelo Conselho de Secretários de Saúde de São Paulo, neste sábado (20), como municípios em situação de risco para abastecimento de oxigênio no estado. 

O diretor de Saúde da cidade, Paulo Borges, explicou que a cidade ainda não enfrenta falta de oxigênio medicinal, o que vem acontecendo nas últimas semanas é que o fornecedor, que fica em Tupã, não tem disponíveis cilindros para fazer as entregas na Santa Casa, único hospital da cidade. 

No entanto, o diretor garante que nenhum paciente ficou desassistido e em nenhum momento o hospital ficou sem o fornecimento de oxigênio. 

“O que temos é uma dificuldade de logística devido à falta desse cilindro que a gente chama de torpedo. Nós estamos tendo dificuldade de encontrar esse torpedo para fazer a distribuição na cidade. Como não tem esse torpedo, o fornecedor tem que fazer a reposição com mais frequência e eles não está conseguindo atender a demanda. E num dos momentos mais críticos, na semana retrasada, nós tivemos que por meios próprios ir até a empresa para fazer o reabastecimento dos cilindros”, explica. 

Considerando essa dificuldade, o diretor disse que a Santa Casa já contratou uma empresa e irá montar uma usina de oxigênio na cidade, e não corra o risco de enfrentar a falta do produto. 

“O contrato já está em tramitação para que a empresa instale o mais rápido possível essa usina. Nos próximos dias devem ser feitas as primeiras alterações estruturais para implantação dessa pequena usina que tem capacidade para gerar 1.800 metros cúbicos de oxigênio que atende perfeitamente nossa demanda, tanto da Santa Casa como de pacientes em pós-tratamento que possam vir a necessitar de oxigênio em domicílio no processo de recuperação da Covid-19”, completa. 

Getulina registra até esse sábado 731 casos de Covid-19, sendo 12 mortes e 696 pessoas curadas da doença. 

Getulina tem 731 casos confirmados de Covid-19, sendo 12 mortes — Foto: Prefeitura de Getulina/Divulgação

Fonte:G1.

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no print
Imprimir

Sobre o autor

Equipe Tupãense Notícias

Equipe Tupãense Notícias

O portal Tupãense reúne os melhores produtores de conteúdo da região para fornecer a você notícias de alta qualidade.

Mais notícias

Últimas notícias

Últimas notícias

Últimas notícias

Últimas notícias

Proibida a reprodução total ou parcial. Para licenciar este conteúdo e reproduzi-lo entre em contato com nossa equipe comercial.