Campanha #600 pelo Brasil

O Sincomerciários de Tupã e Região está integrado na Campanha #600 pelo Brasil que começou hoje, 17/09 (5ª feira), promovida por muitas entidades do país.

Trata-se de uma mobilização nacional para pedir ao Congresso (Deputados Federais e Senadores) que vote a favor da restituição do valor de R$-600,00 para o Auxílio Emergencial.

O Congresso Nacional vai votar a Medida Provisória nº 1.000, de 02 de setembro de 2020, que prorroga o pagamento do benefício até 31 de dezembro, mas reduz seu valor para R$-300,00. 

No aspecto humanitário e social, a redução do auxílio compromete gravemente a capacidade das famílias em adquirir alimentação, moradia e bens de consumo básico.

No aspecto econômico, a redução retira significativo valor da população que gasta, principalmente, no comércio e em serviços, comprometendo seriamente o consumo que ajuda a manter renda para as empresas permanecerem abertas e a garantir empregos no setor.

É possível o atendimento do pedido, como demonstrou nossa luta anterior que já conseguiu uma grande vitória: lembrem-se que o governo ia conceder um auxílio de apenas R$-200, e a nossa luta no Congresso conseguiu aumentar o valor para 600 reais.

É claro que o seu Sindicato vai continuar nesta luta, mas VOCÊ TAMBÉM PODE AJUDAR enviando mensagens aos Deputados Federais e aos Senadores que obtiveram votos em sua cidade, pedindo a eles que agora votem a favor da manutenção do valor de 600 reais. (o endereço deles está no site da Câmara Federal e do Senado).

Contamos com a sua participação! A luta é de todos!

Amauri Mortágua

Presidente do Sincomerciários de Tupã e Região

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no print
Imprimir

Sobre o autor

Equipe Tupãense Notícias

Equipe Tupãense Notícias

O portal Tupãense reúne os melhores produtores de conteúdo da região para fornecer a você notícias de alta qualidade.

Mais notícias

Últimas notícias

Últimas notícias

Últimas notícias

Últimas notícias

Proibida a reprodução total ou parcial.Para licenciar este conteúdo e reproduzi-lo entre em contato com nossa equipe comercial.