Cometa Neowise passa pelo Brasil e poderá ser visto a olho nu

Nas últimas semanas, o cometa Neowise vem rendendo imagens incríveis durante sua passagem pelo Hemisfério Norte e deu um show particular para os astronautas da Estação Espacial Internacional. Agora, chegou a nossa vez. O cometa deverá ser visto pelos céus brasileiros no final de julho, embora seu visual possa ficar comprometido.

De acordo com as atuais previsões, o Neowise será visível no Brasil entre esta terça (21), e a próxima terça-feira (28). Inicialmente, ele vai aparecer apenas para observadores da região Norte, depois Nordeste, Centro-Oeste, Sudeste e Sul, nesta ordem, “descendo” pelos nossos céus. Em São Paulo, faz sua primeira aparição na sexta-feira (24) e, a partir de domingo (26), poderá ser visto em todo o país.

Ainda não é possível afirmar se ele será visível a olho nu, pois há muitos fatores imprevisíveis em jogo —como a composição do cometa, a velocidade com que os gases de sua cauda são expelidos e as condições atmosféricas.

“Eu acredito que, ao passar por aqui, o cometa já vai estar com uma cauda muito tênue, vai ser apenas como uma manchinha no céu”, diz Júlio Lobo, astrônomo do Observatório Municipal de Campinas.

Segundo ele, o Neowise estará baixo em relação ao horizonte e, por isso, só deve ser visto em lugares mais altos e sem poluição luminosa. “Creio que em cidades montanhosas de São Paulo, como Serra Negra e Águas de Lindóia, e no sul de Minas Gerais, há boas chances de vê-lo, até a olho nu. Em grandes centros, com prédios obstruindo a visão e muitas luzes, será difícil”, acrescenta.

Como vai dar para ver?

O cometa aparecerá logo após o pôr do sol, por volta das 18h30. É preciso olhar para a direção noroeste, a uma elevação de cerca de 15°, bem perto do horizonte.

Um binóculo astronômico ou de longo alcance pode ajudar —pelo menos, um com especificações 7×50 ou 10×50 (ampliação x diâmetro da lente).

Busque um lugar alto, com o céu escuro, sem luzes artificiais próximas, e com o horizonte o mais livre de obstáculos possível. Torça pela ausência de nuvens e chuva.

Um software ou app de observação dos céus (como o Skywalk, Starchart ou Stellarium) pode te ajudar a encontrar a trajetória do cometa.

Tente ver desde o primeiro dia. Ele estará um pouco menos brilhante a cada noite. No início de agosto, ele continuará passando pelos nossos céus, mas só conseguirá ser visto com a ajuda de telescópios.

O esforço vale à pena: o Neowise só nos visitará novamente daqui a 6.765 anos —período de sua órbita ao redor do Sol.

Fonte: UOL

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no print
Imprimir

Sobre o autor

Equipe Tupãense Notícias

Equipe Tupãense Notícias

O portal Tupãense reúne os melhores produtores de conteúdo da região para fornecer a você notícias de alta qualidade.

Mais notícias

Últimas notícias

Últimas notícias

Últimas notícias

Últimas notícias

Proibida a reprodução total ou parcial.Para licenciar este conteúdo e reproduzi-lo entre em contato com nossa equipe comercial.