Taxista é agredido e morto em estrada rural após aceitar corrida até Osvaldo Cruz

Caso é tratado como latrocínio pela Polícia Civil. Dois indivíduos menores de idade estão envolvidos no crime.

Um taxista de 68 anos foi vítima de latrocínio neste domingo (20), em Osvaldo Cruz. De acordo com a Polícia Civil, ele aceitou uma corrida até a cidade solicitada por três rapazes, sendo dois menores de idade, onde acabou agredido e morto.

Ainda conforme a polícia, o trio estava em Lucélia e solicitou o transporte até Osvaldo Cruz. Porém, no meio do caminho, conduziu o taxista até uma estrada de terra, num cafezal. No local, os indivíduos anunciaram o assalto e agrediram o motorista até a morte.

O trio levou o carro, R$ 600 e um celular.

A família entrou em contato com a Polícia Militar à 0h desta segunda-feira (21) após darem falta do taxista.

Um dos menores pegou o carro e seguiu por uma rodovia com o intuito de abandoná-lo. No entanto, por volta das 2h, militares da Força Tática o abordaram no trevo de Pacaembu. Em princípio, ele negou os fatos, mas logo confessou o crime e entregou os comparsas.

Os três indivíduos, de 21, 17 e 16 anos foram detidos e conduzidos à delegacia. Eles permanecem à disposição da Justiça.

‘Mata-leão’

Após a informação de que um táxi de Lucélia havia realizado o transporte de três indivíduos, por volta das 18h30 deste domingo (20), e que até as 23h não havia retornado e nem feito contato com a família, policiais da Força Tática passaram a patrulhar pela Rodovia Comandante João Ribeiro de Barros (SP-294) com o objetivo de localizar o veículo.

Conforme a PM, entre os municípios de Pacaembu e Flórida Paulista, debaixo de chuva, a equipe se deparou com o veículo citado no contrafluxo de direção, conduzido pelo adolescente de 17 anos. O indivíduo, ao avistar a viatura tentou fugir, mas foi acompanhado e abordado.

Questionado, ele confessou o roubo do veículo por Osvaldo Cruz e disse não saber da localização da vítima, porém indicou quem seriam os outros dois indivíduos envolvidos.

De acordo com informações da Polícia Militar, após diligências realizadas junto a outras equipes, os outros dois envolvidos foram localizados, bem como parte do dinheiro roubado da vítima.

A dupla confessou ter agredido a vítima com o golpe conhecido por “mata-leão” e com chutes e socos até a sua morte. Na sequência, abandonaram o taxista em um cafezal, na zona rural de Osvaldo Cruz.

Buscas foram realizadas e os militares encontraram a vítima gravemente ferida e já sem vida.

A Polícia Civil está investigando o caso.

De acordo com informações da Polícia Civil, o adulto passou por audiência de custódia na Justiça, que o manteve preso e o encaminhou para o Centro de Detenção Provisória (CDP) de Pacaembu.

Já os adolescentes, após audiência na Vara da Infância e da Juventude, foram removidos para a Cadeia de Adamantina, onde aguardarão a abertura de vagas para transferência a uma unidade da Fundação Casa.

Fonte: G1

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no print
Imprimir

Sobre o autor

Equipe Tupãense Notícias

Equipe Tupãense Notícias

O portal Tupãense reúne os melhores produtores de conteúdo da região para fornecer a você notícias de alta qualidade.

Mais notícias

Últimas notícias

Últimas notícias

Últimas notícias

Últimas notícias

Proibida a reprodução total ou parcial. Para licenciar este conteúdo e reproduzi-lo entre em contato com nossa equipe comercial.