Corrida de Rua o esporte que mais cresce no mundo

Hoje o Papo de Personal é sobre Corrida de Rua, venha correr comigo e ficar por dentro do assunto.

O fato de ser um exercício mais acessível e com custo apenas do vestuário e tênis é um dos atrativos para novos praticantes.

 A Corrida de rua é o esporte que mais cresceu nos últimos anos mas é preciso cuidados!

Existem particularidades da fisiologia feminina e masculina que devem ser levadas em consideração, nas questões do desempenho e de possíveis lesões. O ideal é procurar um educador físico com experiência em corrida para ajudar nos treinos e indicar um bom calçado. E se você tiver problemas cardiovasculares, procure seu médico antes de iniciar a atividade.

O mercado de corrida atrai cada vez mais pessoas

O segmento é tendência em todo o país, o número de participantes cresceu 50% nos últimos seis anos, segundo dados do Sebrae. Estima-se que hoje sejam 6 milhões de corredores, o segundo esporte mais praticado no Brasil.

 É cada vez maior o número de pessoas que levam o esporte a sério e não apenas como hobby ou alternativa de prática esportiva de rotina.

Isso pode ser verificado, por exemplo, pela quantidade de corridas de rua em todo o país, atraindo não só profissionais, que lutam pelas premiações, como também amadores que treinam forte e buscam a superação pessoal e o prazer do alcance de metas.

Só aqui em nossa região neste ano aumentou em 50% o número de corridas de acordo com amigos organizadores de corrida.

Algumas provas despertam a atenção de corredores profissionais e amadores, por causa de premiações em dinheiro, para as categorias geral e por equipe.

Em provas com forte apelo turístico, é natural que os corredores conheçam novas pessoas e vivenciem o esporte nos dias em que estão viajando, com trocas de informações e experiências entre os atletas.

Os benefícios da corrida de rua são muitos; físico, muscular, cardiorrespiratório, mental, como o estímulo do raciocínio rápido e a melhora da concentração, além da interação social nos treinos e nas competições. Ou seja, a corrida de rua é boa para o cérebro, o físico e até para o turismo.

Fica aqui minha homenagem a este grande atleta, Jairo Ortega, que este ano passou por uma enfermidade, foi diagnosticado com a Síndrome de Guillain-Barré, uma doença que ataca e degenera os nervos e articulações. Ele ficou afastado por um tempo se tratando e graças a Deus aos poucos está voltando a sua rotina pessoal e em breve as corridas.

Segue as fotos das corridas da região que estão para acontecer:

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no print
Imprimir

Sobre o autor

Amaury Baião

Amaury Baião

Amaury é professor de educação física formado em licenciatura plena pelas Faculdades ESEFAP. É técnico em musculação pela FEPAM, técnico em treinamento funcional pelo Instituto Mauro Guiselini e desde 2007 é personal trainer. É também coach de corrida para iniciantes e atletas. Se você curte atividades físicas, treinamento, musculação e dicas de alimentação, quer ficar informado sobre as corridas da região e adora um desafio, acompanhe a coluna Papo de Personal onde compartilharemos tudo sobre o mundo fitness. Bora movimentar-se!

Mais notícias

Últimas notícias

Últimas notícias

Últimas notícias

Últimas notícias

Proibida a reprodução total ou parcial. Para licenciar este conteúdo e reproduzi-lo entre em contato com nossa equipe comercial.