Pesquisar
Close this search box.

Tupãense é presa em Brasília durante operação “Nero”

A Polícia Federal e a Polícia Civil do Distrito Federal começaram a cumprir, nesta quinta-feira (29), 32 mandados de prisão e de busca e apreensão contra suspeitos de uma tentativa de invasão à sede da Polícia Federal e atos de vandalismo em Brasília, em 12 de dezembro.

Até as 7h30, pelo menos três pessoas tinham sido presas. São elas:

  • Átilla Reginaldo Franco de Melo

Átilla se apresenta como pastor. Ele foi preso nesta quarta-feira (28) em São Gonçalo (RJ).

  • Klio Damião Hirano

Klio foi presa em Brasília, também na noite de quarta-feira (28). Em 2020, foi candidata à prefeitura da cidade de Tupã, pelo PRTB, mas não se elegeu.

  • Joel Pires Santana

Entre os crimes apurados pela ação, estão abolição violenta do Estado Democrático de Direito e golpe de Estado, dano qualificado, incêndio majorado e associação criminosa. 

Os mandados são cumpridos no DF e em sete estados: 

Rondônia

Pará

Mato Grosso

Tocantins

Ceará

São Paulo

Rio de Janeiro

Operação Nero

A operação ganhou o nome de Nero, em referência ao imperador romano do primeiro século que ateou fogo em Roma. 

Segundo a PF, as investigações tiveram início depois da tentativa de invasão à sede da PF. À ocasião, bolsonaristas tentaram resgatar um homem preso pela instituição, no dia 12 de dezembro. Sem sucesso, iniciaram ataques de vandalismo na capital.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, 8 veículos, entre carros e ônibus, foram incendiados pelo grupo. Eles também quebraram vidros de automóveis, depredaram equipamentos públicos e a 5ª Delegacia de Polícia, na Asa Norte.

A PF afirma que a investigação teve início na corporação, em conjunto com a Polícia Civil, que apurou os ataques de vandalismo na capital. Por declínio de competência, os inquéritos foram enviados ao Supremo Tribunal Federal (STF). 

De acordo com a Polícia Federal, “o conjunto da investigação buscou identificar e individualizar as condutas dos suspeitos de depredar bens públicos e particulares, fornecer recursos para os atos criminosos ou, ainda, incitar a prática de vandalismo”.

Fonte: G1

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Email
Imprimir

Sobre o autor

Picture of Equipe Tupãense Notícias

Equipe Tupãense Notícias

O portal Tupãense reúne os melhores produtores de conteúdo da região para fornecer a você notícias de alta qualidade.

Últimas notícias

Últimas notícias

Últimas notícias

Últimas notícias

Proibida a reprodução total ou parcial.

Para licenciar este conteúdo e reproduzi-lo
entre em contato com nossa equipe comercial.