Equipe do CCZ de Tupã realiza palestra em escola de Arco-Íris

Visita atende convite da unidade escolar para aprofundamento do conteúdo curricular

A Secretaria Municipal de Saúde, por meio do Departamento de Vigilância em Saúde e do Controle de Zoonoses de Tupã, realizou nesta quinta-feira (7) um trabalho educativo na E.E. Prof.ª Auda Malta, do município de Arco-íris (SP). Esta ação atende um convite feito pelo corpo docente da própria escola.

Segundo o chefe de setor de Controle de Zoonoses, Robison Luis, os agentes apresentaram aos estudantes o padrão estabelecido em Tupã para prevenção de doenças transmitidas entre animais e humanos, e de acidentes com animais peçonhentos. “Com esse convite percebemos que nosso trabalho está dando resultado. Mostramos um pouco da rotina de castração animal, do controle de leishmaniose, raiva, e de escorpiões”.

As turmas da 1ª e 2ª série do Ensino Médio participaram da palestra como parte da proposta pedagógica do Novo Ensino Médio, onde cada escola estrutura seu currículo para melhor contribuir para o desenvolvimento estudantil.

De acordo com a diretora, Marisa Aparecida Maronezi, o contato com os agentes foi sugerido pela Diretoria de Ensino de Tupã, que apresentou ao município de Arco-íris o histórico de ações pedagógicas desenvolvido pelo CCZ na Rede Estadual. “Sabendo do belo trabalho feito por Tupã, decidimos fortalecer o trabalho preventivo que a escola já faz em relação à essas doenças. Todo conhecimento do CCZ e material disponibilizado por eles só tem a acrescentar”.

Para Camilla Pereira, professora de biologia, responsável pelo itinerário formativo de zoonoses tropicais, a visita da equipe de zoonoses de Tupã permite aprofundar a disciplina curricular da área de Ciências da Natureza demonstrando na prática a teoria vista em sala de aula.

“Até então, a maioria não tinha o entendimento do que é uma zoonose. Com essa palestra eles podem ver que essas doenças realmente existem, não estão só no papel, mas que fazem parte do cotidiano”, a professora afirma ainda que assim o estudante absorve melhor o conhecimento e passa adiante.

A diretora de Departamento de Vigilância em Saúde, Joselaine Pio Rocha, destaca a importância de oferecer à população de outra cidade informações relacionadas à saúde pública. Pois, todos os protocolos adotados podem ser empregados em qualquer município da microrregião. Em especial, no caso de acidentes por escorpião, já que a unidade de referência é a Santa Casa de Misericórdia, único local com soro antiescorpiônico.

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Email
Imprimir

Sobre o autor

Equipe Tupãense Notícias

Equipe Tupãense Notícias

O portal Tupãense reúne os melhores produtores de conteúdo da região para fornecer a você notícias de alta qualidade.

Últimas notícias

Últimas notícias

Últimas notícias

Últimas notícias

Proibida a reprodução total ou parcial.

Para licenciar este conteúdo e reproduzi-lo
entre em contato com nossa equipe comercial.