População deve procurar a Santa Casa em caso de acidentes com escorpiões

Controle de Zoonoses deve ser acionado para capturar o animal e vistoriar a residência

A Secretaria Municipal de Saúde, por meio do Departamento de Vigilância em Saúde e do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), realiza em Tupã trabalhos diários de captura de escorpiões. Além dos serviços, as equipes do Centro realizam orientações sobre como prevenir a aparição do animal em casa ou em estabelecimentos e alerta sobre o que deve ser feito em casos de acidentes.

Segundo informações do setor responsável, o primeiro procedimento que deve ser realizado ao ser picado pelo animal é procurar imediatamente o hospital Santa Casa de Misericórdia, que é a unidade referência no atendimento em toda a região e a única que realiza a aplicação do soro antiveneno.

“É comum acharmos que as Unidades de Saúde ou a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) devem ser os primeiros atendimentos a serem procurado para todos os tipos de necessidades. No entanto, especificamente para os atendimentos de acidentes com picada de escorpiões, preconizamos o atendimento na Santa Casa, que é a unidade de referência e que tem toda a estrutura necessária para atender esses casos”, aconselhou o titular da Pasta, Dr. Miguel Ângelo de Marchi.

Além da busca especifica por atendimento no hospital do município, o setor informa que precauções devem ser adotadas diariamente por toda a população para evitarem o aparecimento dos animais nas residências e, consequentemente, acidentes.

A vedação de ralos é uma das providências mais eficazes para evitar que os escorpiões tenham acesso à residência pelas tubulações do esgoto. Outra medida importante é manter a casa e os quintais limpos para evitar a presença de baratas, principal alimento do animal.

A verificação de roupas e sapatos antes da vestimenta, e de roupas de cama antes de ir se deitar, também são atitudes que devem se tornar de rotina para evitar acidentes. A aplicação de produtos químicos como inseticidas, raticidas, mata-baratas ou repelentes não são indicados por causarem o desalojamento dos escorpiões, aumentando o risco de acidentes.

“É importante sempre lembrarmos que os escorpiões só atacam quando se sentem ameaçados e por isso devemos evitar contato com os animais. Ao encontrar na residência, é importante entrar em contato com o Centro de Controle de Zoonoses, pelo telefone 3404-2200”, alertou o chefe de setor do CCZ, Robison Luis.

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Email
Imprimir

Sobre o autor

Equipe Tupãense Notícias

Equipe Tupãense Notícias

O portal Tupãense reúne os melhores produtores de conteúdo da região para fornecer a você notícias de alta qualidade.

Mais notícias

Últimas notícias

Últimas notícias

Últimas notícias

Últimas notícias

Proibida a reprodução total ou parcial.Para licenciar este conteúdo e reproduzi-lo entre em contato com nossa equipe comercial.