77,4% dos casos confirmados de covid na região de Tupã são da nova variante

Devido ao aumento gradativo de casos confirmados de Covid-19 em Tupã e o acúmulo de pessoas em período de transmissão da doença, em coletiva de imprensa realizada na tarde da última terça-feira (17), o secretário municipal de Saúde, Dr. Miguel Ângelo de Marchi, apresentou dados que explicam esses números e deixou em alerta toda a população sobre as altas taxas de transmissão da nova variante do vírus.

O Secretário iniciou seu discurso enfatizando a preocupação do aumento de casos e explicando sobre as sucessivas mutações que o vírus sofreu até chegar na mais moderna variante Ômicron, que se mostra mais veloz e mais competente.

Segundo dados apresentados pelo titular da Pasta, no início da pandemia em 2020 os especialistas alertavam para transmissão de 1 pessoa para 3, e hoje, com a variante Ômicron, a transmissão chega a ser de 1 para 10, explicando o aumento da transmissibilidade da doença com a chega da variante no Brasil no final de novembro de 2021.

Ele seguiu complementando a fala comparando os cenários de pico da doença na cidade, onde os leitos da Santa Casa de Misericórdia registravam ocupação total de internados, mesmo com números de casos positivos inferiores aos atuais.

Em 25 de junho, por exemplo, haviam 519 pessoas em período de transmissão da doença, 51,2% a menos que o boletim epidemiológico divulgado na última terça-feira. Já os 50 leitos destinados para o tratamento de infectados pela Covid estavam 100% ocupados, e hoje, com apenas 25 leitos disponíveis, o registro é de 32% de ocupação.

De acordo com Miguel, a redução da taxa de internação é devido ao avanço da vacinação da população, que com a 3ª dose da vacina tem 88% de proteção contra a variante. “Mesmo com a redução considerável, se formos observar os internados, seja na enfermaria ou UTI, hoje praticamente 50% da ocupação são por pessoas não tomaram nenhuma dose da vacina, e o mais grave é que são pessoas com mais de 75 anos, que foram os primeiros grupos a serem convocados para vacinação. Temos que acreditar que não é apenas o nosso organismo que tem defesa, pois ele só terá defesa adequada se nós formos vacinados”, disse.

Em dados divulgados recentemente pelo Instituto Butantan, a variante Ômicron se tornou predominante no estado de São Paulo, correspondendo a 90,07% das amostras positivas para a Covid-19 sequenciadas entre os dias 25/12/2021 e 1/1/2022. Na região de Marília, que engloba o município de Tupã, a presença da variante também predominou, sendo 77,4% das amostras sequenciadas.

“Somente com a vacinação da população, que com a 1ª dose apresenta proteção contra a variante de 10%, com a 2ª dose de 50% e a 3ª dose de 88%, poderemos ficar mais tranquilos. E para reduzirmos os números de contaminações e casos positivos, que aumentam diariamente, devemos continuar seguindo todas as recomendações dos órgãos de Saúde, utilizando máscara de proteção, evitando aglomerações e encontros, e fazendo o uso do álcool em gel 70% para a higienização pessoal”, ressaltou Miguel.

O vice-prefeito Renan Pontelli enfatizou que o município de Tupã continua vacinando toda a população. “Precisamos da colaboração de todos, para que se atentem ao intervalo das doses e se organizem para agendar a data da aplicação da 3ª dose vacinal, ou até mesmo da 1ª ou 2ª dose se for o caso. Com todos vacinados venceremos essa doença”, disse.

O prefeito Caio Aoqui também pediu a colaboração de todos, e ressaltou a importância da responsabilidade de pais e responsáveis agora com a abertura da vacinação de crianças de 5 a 11 anos.

“Além da vacinação de jovens e adultos, agora poderemos proteger as crianças de 5 a 11 anos. Por isso, enfatizamos a importância da participação dos pais e responsáveis, pois é fundamental que todos entendam a relevância da vacinação para a proteção contra a nova variante do coronavírus”, alertou.

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Email
Imprimir

Sobre o autor

Equipe Tupãense Notícias

Equipe Tupãense Notícias

O portal Tupãense reúne os melhores produtores de conteúdo da região para fornecer a você notícias de alta qualidade.

Mais notícias

Últimas notícias

Últimas notícias

Últimas notícias

Últimas notícias

Proibida a reprodução total ou parcial.

Para licenciar este conteúdo e reproduzi-lo
entre em contato com nossa equipe comercial.