Zoonozes alerta sobre época de reprodução dos escorpiões; evite acidentes

Em agosto animais começam a se preparar para terem os filhotes no verão

A Secretaria Municipal de Saúde, por meio do Departamento de Vigilância em Saúde e do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), pede para a população para que redobrem os cuidados dentro de casa para evitar acidentes com escorpiões. Isto por que os animais começam a gestação para terem os filhotes no verão a partir deste mês.

Segundo informações do setor, mesmo no período de preparação dos animais é possível que haja a proliferação, já que o escorpião se adequa de acordo com as necessidades, podendo antecipar a sua reprodução para perdurar a espécie.

Para evitar acidentes, o CCZ informa que é importante os moradores se atentarem ao acúmulo de móveis em desuso e entulhos de construção nas residências, como blocos, telhas, restos de madeiras e similares.

A enfermeira e diretoria do Departamento de Vigilância em Saúde, Joselaine Pio Rocha, ressaltou a importância de comunicar o CCZ e solicitar a presença dos agentes para que, adequadamente equipados e capacitados, façam a retirada dos animais em caso de aparecimento.

“Além disso, é importante informarmos que os moradores jamais devem fazer a aplicação de venenos com o intuito de acabar com os escorpiões, pois pode irritá-los e aumentar as chances de picadas do animal, que se sente ameaçado”, enfatizou.

O responsável pelo CCZ de Tupã, Robison Luiz, ainda ressaltou que os escorpiões costumam sair dos esconderijos para se alimentarem nos períodos de calor e, mesmo que o município tenha registrado recentemente baixas temperaturas, Tupã é uma cidade de clima instável, podendo registrar temperaturas amenas e propícias para o aparecimento dos animais antes mesmo da chegada do verão e do período de reprodução.

“Todo cuidado é essencial para evitar que estes animais apareçam e todos os moradores devem manter os cuidados dentro de casa. Em caso de acidentes é imprescindível procurar em primeiro lugar a Santa Casa de Misericórdia, pois é a única Unidade do município que realiza aplicação do soro antiveneno”, informou.

O secretário municipal de Saúde, dr. Miguel Ângelo de Marchi, também reforçou o alerta e pediu a colaboração de toda a população. “A espécie que predomina na nossa região é a Tityus serrulatus, popularmente conhecida por escorpião-amarelo, e a fêmea, que não precisa do macho para a reprodução, dá de 15 à 20 filhotes por gestação, podendo rapidamente proliferar para casas vizinhas em caso de descuido”, alertou.

O prefeito Caio Aoqui informou que o CCZ está o ano todo realizando vistorias e instruindo a população dos bairros da cidade sobre os cuidados para evitar o animal dentro de casa.

“Além de proteger a nossa população contra os ataques do animal, que pode se instalar nas residências com facilidade, os agentes do CCZ também encaminham amostras dos escorpiões para produção de soro antiescorpiônico no Instituto Butantan, contribuindo também para os estudos sobre o aracnídeo e o seu veneno”, disse.

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no print
Imprimir

Sobre o autor

Equipe Tupãense Notícias

Equipe Tupãense Notícias

O portal Tupãense reúne os melhores produtores de conteúdo da região para fornecer a você notícias de alta qualidade.

Mais notícias

Últimas notícias

Últimas notícias

Últimas notícias

Últimas notícias

Proibida a reprodução total ou parcial. Para licenciar este conteúdo e reproduzi-lo entre em contato com nossa equipe comercial.