Prefeitura mantém dois canais para denunciar aglomerações e eventos clandestinos em Tupã

190 da Polícia Militar também está disponível para receber denúncias

Para impossibilitar a realização de festas e encontros que promovem aglomerações de pessoas, a Prefeitura, por meio do Departamento de Vigilância em Saúde e da Vigilância Sanitária, vem realizando inúmeras fiscalizações pelo município. E para que estas ações sejam ainda mais eficazes, a Prefeitura divulgou os números telefônicos para os munícipes ligarem e realizarem denúncias sobre reuniões clandestinas.

Para realizar as denúncias pelos canais da Prefeitura, a Vigilância Sanitária divulgou o telefone fixo do setor (14) 3496-6645, que está disponível para ligações das 7h30 às 17h. Além disso, o 190 da Polícia Militar está disponível 24h para receber denúncias.

Também pelo setor da Vigilância Sanitária está disponível o telefone (14) 99713-5691 do “Disk Denúncia Municipal’, que estará disponível em horários alternados de fiscalizações durante toda a semana para receber ligações e mensagens pelo aplicativo de mensagens WhatsApp.

De segunda à quarta-feira o telefone está disponível para receber denúncias das 7h30 às 23h. Nas quintas-feiras o horário é das 7h30 às 0h e nas sextas-feiras das 7h30 às 3h. Aos sábados o telefone ficará disponível a partir das 15h até as 4h e aos domingos das 7h às 0h.

O prefeito Caio Aoqui apontou que as denúncias são de extrema importância para manter a eficácia das fiscalizações, pois ajudam as equipes da Vigilância a detectarem com precisão os locais com aglomerações de pessoas.

“Estamos intensificando cada vez mais as ações para coibir a realização de festas e encontros que aglomerem pessoas e coloquem em risco a vida de muitos. Por isso, disponibilizamos canais telefônicos que abrangem todos os horários do dia e contamos com a colaboração de todos, para que nos ajudem a identificar locais com pessoas que ainda não entenderam a dimensão dessa doença e o que ela pode causar na vida das pessoas”, pediu.

O vice-prefeito Renan Pontelli ainda informou que as fiscalizações estão acontecendo diariamente, incluindo os finais de semana. “Estamos contando todos os duas com equipes da Prefeitura e também com a Polícia Militar, que nos apoia e ajuda a garantir que as pessoas que são flagradas desrespeitando as medidas colaborem e se responsabilizem pelos seus atos”, reforçou.

A chefe do Departamento de Vigilância em Saúde, Joselaine Pio Rocha, ainda ressaltou que a fiscalização busca cumprir as medidas restritivas adotadas para impedir a propagação do coronavírus e impedir que haja festas e reuniões com muitas pessoas em espaços públicos e privados.

“Infelizmente tivemos que adotar novos padrões nas fiscalizações e passamos a aplicar multas aos estabelecimentos que descumprem as determinações do Plano SP e aos que forem flagrados em espaços públicos desrespeitando as restrições de circulação e descumprimento de medidas sanitárias, como uso obrigatório de máscaras e distanciamento social”, informou.

Vale ressaltar que desde o último dia 4 o Governo do Estado publicou em seu Diário Oficial o Decreto Nº 65.671, que aumenta os valores das multas para quem não cumprir as medidas restritivas adotadas para impedir a propagação do coronavírus.

“A propagação do vírus está muito maior que há um ano atrás, e por isso precisamos redobrar os cuidados, e não esquecer que ainda vivemos em uma pandemia e que ela está cada vez mais letal. Por isso, peço a colaboração de todos para que saiam de casa somente quando necessário e sigam sempre as recomendações da Saúde”, pediu o secretário municipal de Saúde, Dr. Miguel Ângelo de Marchi.

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no print
Imprimir

Sobre o autor

Equipe Tupãense Notícias

Equipe Tupãense Notícias

O portal Tupãense reúne os melhores produtores de conteúdo da região para fornecer a você notícias de alta qualidade.

Mais notícias

Últimas notícias

Últimas notícias

Últimas notícias

Últimas notícias

Proibida a reprodução total ou parcial. Para licenciar este conteúdo e reproduzi-lo entre em contato com nossa equipe comercial.