Pouco mais de um ano depois da primeira morte confirmada por Covid-19, Brasil atinge a marca de 300.000 óbitos

Pouco mais de um ano após registrar a primeira morte pela Covid-19, o Brasil atingiu nesta quarta-feira (24) uma marca assustadora: 300 mil óbitos pela doença, de acordo com números obtidos pelo consórcio de veículos de imprensa junto às secretarias estaduais de Saúde.

Desde o primeiro registro de morte causada pelo novo coronavírus, em 12 de março, passaram-se 377 dias. Houve, em média, uma morte a cada dois minutos neste período de tempo. Nos últimos dias, esse intervalo tem sido ainda menor, com sucessivos recordes de óbitos em apenas 24 horas. 

E o pior: o total de vítimas da pandemia no Brasil pode ser ainda maior, considerando a subnotificação e outras mortes que ainda aguardam confirmação dos testes para a Covid-19.

O Brasil é o segundo país a atingir a triste marca de 300 mil vítimas da pandemia. Apenas os Estados Unidos, hoje, apresentam um número superior (545 mil), segundo dados da Universidade Johns Hopkins.

Mais que números, porém, são vidas perdidas. Histórias interrompidas por uma pandemia que muitas vezes não permite despedidas e na qual o luto é ainda mais dolorido.

Fonte: G1

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no print
Imprimir

Sobre o autor

Equipe Tupãense Notícias

Equipe Tupãense Notícias

O portal Tupãense reúne os melhores produtores de conteúdo da região para fornecer a você notícias de alta qualidade.

Mais notícias

Últimas notícias

Últimas notícias

Últimas notícias

Últimas notícias

Proibida a reprodução total ou parcial. Para licenciar este conteúdo e reproduzi-lo entre em contato com nossa equipe comercial.