Polícia Militar pronta para atuar nas Eleições 2020

Operação Eleições 2020 se inicia nesta sexta-feira e vai até o final das apurações

A Polícia Militar de Tupã atuará nos 11 municípios que abrangem a 2ª Cia de Tupã para garantir a democracia e a segurança durante todo o período eleitoral. A Operação Eleições 2020 se inicia às 6h da manhã desta sexta-feira (13).

Uma operação muito importante que requer um planejamento muito elaborado e vai utilizar 100% do efetivo, antes, durante e após a eleição, que ocorre no dia 15 de novembro.

“Não temos histórico de manifestações e confrontos em nossa região, mas essas preocupações fazem parte do planejamento”, destaca o Capitão André Vander, já agradecendo o empenho da tropa que estará mobilizada até o final das apurações.

O Capitão ressalta também a responsabilidade pela escolta e guarda das urnas de 5 cartórios eleitorais da região, em conjunto com a Justiça Eleitoral.

É importante informar que o Policiamento ordinário não para, as viaturas que atendem o 190 estarão no patrulhamento de rotina, e fora isso, o efetivo vai trabalhar de maneira extraordinária focado nas eleições.

Inovação

Este ano em vez de empregar os Policiais na escola, que são 48 pontos eleitorais ao todo, o Policial estará embarcado na viatura, onde ele tem a tecnologia a seu favor, um equipamento mais moderno, terminal de dados, comunicação via rádio, além do conforto e uma mobilidade maior, segundo as palavras do comandante.

A operação conta com apoio total de todas as motocicletas da Rocam, das Equipes de Força Tática e este ano também o emprego do drone, operado pelo Tenente Butarelli e o Sargento Tenório, especialistas no assunto.

O Drone estará responsável pela prevenção e fiscalização de condutas ilícitas nas proximidades dos locais de votação, como boca de urna e panfletagem. O equipamento será empregado para coibir e identificar essas atitudes.

Uma vez identificadas, essas pessoas serão reportadas para o Juiz Eleitoral que tomará as devidas providências legais.

Prisão durante as Eleições

A legislação do Código Eleitoral impede que eleitores e candidatos sejam presos durante o período, porém existem exceções:

  • flagrante delito;
  • sentença criminal condenatória por crime inafiançável; e
  • desrespeito a salvo-conduto.

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no print
Imprimir

Sobre o autor

Equipe Tupãense Notícias

Equipe Tupãense Notícias

O portal Tupãense reúne os melhores produtores de conteúdo da região para fornecer a você notícias de alta qualidade.

Mais notícias

Últimas notícias

Últimas notícias

Últimas notícias

Últimas notícias

Proibida a reprodução total ou parcial.Para licenciar este conteúdo e reproduzi-lo entre em contato com nossa equipe comercial.