Calor mata mais de 30.000 galinhas em Bastos

Na Capital do Ovo, avicultores estão perdendo parte do plantel por causa das altas temperaturas

O forte calor dos últimos dias já matou mais de 30.000 galinhas em fase de produção na cidade de Bastos, conhecida como Capital do Ovo. Produtores de ovos relataram que seria consequência do calor, mesmo com ventilação a temperatura chega a 40 graus.

Outro fator preocupante é a baixa umidade relativa do ar, os avicultores estão buscando alternativas e jogado água nos animais para melhorar a situação, que em alguns dias registrou índices à baixo de 9%, nível que é considerado crítico.

O prejuízo causado pelas mortes no plantel e a queda na produção irão impactar no preço do alimento. Com o calor, as galinhas se alimentam em menor quantidade, consequentemente produzem menos e também ovos menores.

Bastos é o município que tem a maior produção de ovos do estado de São Paulo, segundo a Secretaria Estadual de Agricultura e Abastecimento, os produtores estimam que cerca de 30% da produção deve ser afetada.

Conforme a lei da oferta e procura, com uma produção menor, o preço do ovo deve subir nos próximo dias.

Fotos e informações: TV TEM

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no print
Imprimir

Sobre o autor

Equipe Tupãense Notícias

Equipe Tupãense Notícias

O portal Tupãense reúne os melhores produtores de conteúdo da região para fornecer a você notícias de alta qualidade.

Mais notícias

Últimas notícias

Últimas notícias

Últimas notícias

Últimas notícias

Proibida a reprodução total ou parcial. Para licenciar este conteúdo e reproduzi-lo entre em contato com nossa equipe comercial.