Memória Vanuíre (Dedicação)

Tupã, cidade pôr do sol
poesia afinada
Na memória indígena Vanuire,*
Clamou por paz
Onde nasce o rio
Permanece Caingangs na rima
Deus sol, finda o dia
Acolhe a vida
Reflete poesia!

Cintia G.

* Memória Histórica de Tupã

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no print
Imprimir

Sobre o autor

Equipe Tupãense Notícias

Equipe Tupãense Notícias

O portal Tupãense reúne os melhores produtores de conteúdo da região para fornecer a você notícias de alta qualidade.

Mais notícias

Últimas notícias

Últimas notícias

Últimas notícias

Últimas notícias

Proibida a reprodução total ou parcial.Para licenciar este conteúdo e reproduzi-lo entre em contato com nossa equipe comercial.