Casal que mantinha criança em gaiola é preso durante operação no Espírito Santo

Um casal que prendia uma criança de sete anos em uma gaiola foi preso no bairro Jocafe, em Linhares, no Norte do Espírito Santo, durante uma operação da Polícia Civil, nesta sexta-feira (22). A menina era filha do homem e enteada da mulher. Segundo a polícia, a criança já havia sido resgatada pelo Conselho Tutelar, após denúncias de maus-tratos.

De acordo com o delegado Regional de Linhares, Fabrício Lucindo, o casal prendia a criança na gaiola como uma espécie de punição.

“A menina era ocasionalmente presa na gaiola. Recebia alimentação por um buraco, igual a um bicho. Aliás, pior que um bicho, que às vezes tem gente que cuida muito melhor de animal doméstico”, relatou o delegado.

Lucindo explicou que policiais chegaram até o local depois de receberem as denúncias. “Recebemos de vizinhos relatos de que a menina era espancada constantemente. No início da investigação, ficamos enojados com a situação, pela forma como a criança foi criada”, disse.

Ainda de acordo com o delegado, a criança foi resgatada pelo Conselho Tutelar. Só depois a Delegacia Especializada de Proteção à Criança e Adolescente pediu pela prisão do casal pelos crimes de cárcere privado e maus tratos.

“Fizemos o possível para resolver rapidamente essa situação, tomamos o cuidado para que a menina fosse resgatada pelo Conselho Tutelar, para ela não se assustasse com a chegada da polícia, e agora esperamos que eles paguem pelo que cometeram”, declarou.

A mulher foi encaminhada para o Centro Prisional Feminino de Colatina e o pai para a Penitenciária Regional de Linhares.

Fonte: G1

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no print
Imprimir

Sobre o autor

Equipe Tupãense Notícias

Equipe Tupãense Notícias

O portal Tupãense reúne os melhores produtores de conteúdo da região para fornecer a você notícias de alta qualidade.

Mais notícias

Últimas notícias

Últimas notícias

Últimas notícias

Últimas notícias

Proibida a reprodução total ou parcial.Para licenciar este conteúdo e reproduzi-lo entre em contato com nossa equipe comercial.