Tupã e o combate ao coronavírus

O país ― que até então trabalha no sentido de evitar a propagação do vírus e apostava no tratamento de casos leves na Atenção Básica ― entra em um novo patamar de enfrentamento da doença. Na fase atual, já não é possível identificar quem transmitiu o vírus. Tanto especialistas quanto autoridades de saúde avaliam que a disseminação da doença pode acontecer rapidamente e que, embora tenha uma letalidade relativamente baixa, é preciso preparar as redes hospitalares para receber uma alta demanda de pacientes em estado grave.

Com 1.546 o Brasil já está entre os 20 países mais afetados no mundo, o estado de São Paulo contava com 631 casos confirmados e 22 mortes, até as 16h de domingo (22). Hoje já aumentou.

Nosso município precisa da ajuda de toda a sociedade

Ações como o isolamento social são extremamente necessárias justamente para evitar um colapso no sistema de saúde do município, que ocorreria com muitas pessoas doentes ao mesmo tempo.

Decretos municipais e estaduais, bem como indicações para preservar os grupos de risco precisam ser seguidas para conter a disseminação do COVID-19, princialmente entre os mais vulneráveis, que quando ficam doentes requerem maiores cuidados médicos.

Tupã possui aproximadamente 62.256 habitantes e poucos leitos com aparelhos respiratórios prontos para uso ou seja menos de 0,1% dos moradores de Tupã teriam atendimento hospitalar adequado em casos graves.

O fato é que a administração pública precisa urgentemente aumentar os leitos preparados para receber a população caso a pandemia se espalhe”

Demonstrou preocupação sobre o tema o Advogado Doutor Carlos Henrique Ruiz.

UTI – Santa Casa de Tupã

Prefeitura destaca a importância do isolamento na prevenção ao novo vírus

Para evitar a disseminação do novo Coronavírus, a Prefeitura de Tupã adotou diversas medidas, atendendo às recomendações do Ministério da Saúde e da Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo. Além disso, a Administração Municipal ressalta a importância de a população ficar em casa.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, o isolamento é recomendado para reduzir as chances de transmissão do novo coronavírus entre pessoas, especialmente por aquelas que não apresentam sintomas. A Pasta informa que este isolamento previne a circulação do vírus e é mais indicado às pessoas que se encontram no grupo de risco.

Conforme Joselaine Pio Rocha, enfermeira responsável pelo Setor de Vigilância em Saúde, o Ministério da Saúde classifica esta medida como fase de contenção, promovendo quarentena domiciliar, evitando aglomerações de pessoas e retardando a progressão da pandemia.

“Estas medidas visam diminuir o impacto do novo vírus nos serviços de saúde, proporcionando uma redução no número de casos e reduzindo o pico estimado de transmissão. Desta forma, os casos serão mais distribuídos ao longo do tempo, possibilitando que o Sistema de Saúde consiga absorver, atender e tratar os pacientes”, enfatizou.

Joselaine ainda ressaltou algumas outras medidas recomendadas pelo Ministério da Saúde, tais como etiqueta respiratória (ao tossir ou espirrar, cobrir o nariz e boca com um lenço ou o braço); isolamento sintomático; evitar contatos próximos, aglomerações e realizações com grande número de pessoas; reduzir o deslocamento laboral, fluxo urbano e de ensino, além da diminuição de movimentação nas UTIs.

O prefeito Caio Aoqui explicou que a Administração aplicará todas as medidas, previstas pelo decreto municipal, visando a saúde pública e evitando que haja um alto número de casos confirmados da doença no município.

“Todas as medidas, indicadas pelo Governo do Estado, serão aplicadas em nossa cidade de acordo com o decorrer dos dias. Já preparamos o decreto referente às atividades que serão paralisadas. Pedimos a colaboração de todos, pois estamos diante de uma doença altamente contagiosa e que, se não nos cuidarmos, pode acarretar muitos problemas para nosso município”, alertou.

Coronavírus

O novo Coronavírus faz parte de uma família de vírus que causam infecções respiratórias. Os principais sintomas são comuns aos de uma gripe, como tosse, febre e dificuldade para respirar. O grupo de risco é: idosos (pessoas acima de 60 anos), fumantes, asmáticos, pessoas com doenças do coração e diabéticos.

Último boletim oficial – Tupã SP

Confira os números sobre o COVID-19 no Brasil e no mundo

Mapa Mundi com informação atualizada, é só clicar no país que aparece o número de casos confirmados e o número de casos fatais:

MAPA COVID-19

Site com mapa e informações atualizadas sobre a situação do coronavírus a nível mundial e separada por países, número de mortes registradas no mundo e por localidade, bem como recuperados:

CORONAVÍRUS

Coronavírus no Brasil:

NACIONAL

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no print
Imprimir

Sobre o autor

Equipe Tupãense Notícias

Equipe Tupãense Notícias

O portal Tupãense reúne os melhores produtores de conteúdo da região para fornecer a você notícias de alta qualidade.

Mais notícias

Últimas notícias

Últimas notícias

Últimas notícias

Últimas notícias

Proibida a reprodução total ou parcial.Para licenciar este conteúdo e reproduzi-lo entre em contato com nossa equipe comercial.