Ligações indesejadas de bancos e financeiras já podem ser bloqueadas

O interessado deve informar os números do telefone que não quer que receba ligações e depois escolher as empresas que serão bloqueadas, que terão até 30 dias para parar de incomodar

A partir de ontem, quinta-feira dia 2, os clientes que não aguentam mais ser incomodados com o excesso de ligações podem pedir o bloqueio de chamadas telefônicas de bancos, financeiras e empresas oferecendo empréstimo consignado e outros produtos. O bloqueio pode demorar até 30 dias para entrar em vigor.

Basta acessar o site oficial: nãomeperturbe.com.br (CLIQUE AQUI PARA ACESSAR) e realizar os procedimentos necessários para cadastro.

É preciso informar nome, CPF, e-mail e criar uma senha. Em seguida, validar o cadastro no e-mail que será enviado para o endereço informado e acessar o site.

Para pedir o bloqueio, coloque o número do seu telefone fixo ou celular e marque quais instituições você não quer mais receber ligações de telemarketing.

Depois que cadastrar o telefone no Não Me Perturbe, os bancos e as empresas cadastradas têm um mês para parar de ligar. Mas, atenção: o pedido de bloqueio tem de ser renovado todo ano.

O Não Me Perturbe destaca que não possui aplicativos para smartphones, não envia e-mails com arquivos executáveis ou solicita dados bancários, a forma de acesso é única e exclusivamente pelo site oficial.

A Federação Brasileira dos Bancos (Febraban) afirma que as instituições que não respeitarem o pedido de bloqueio serão punidas com advertências, multas elevadas e até a impossibilidade de oferta do produto.

Portanto, são sanções que, realmente, têm por finalidade coibir práticas abusivas e o assédio comercial.

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no print
Imprimir

Sobre o autor

Equipe Tupãense Notícias

Equipe Tupãense Notícias

O portal Tupãense reúne os melhores produtores de conteúdo da região para fornecer a você notícias de alta qualidade.

Mais notícias

Últimas notícias

Últimas notícias

Últimas notícias

Últimas notícias

Proibida a reprodução total ou parcial.Para licenciar este conteúdo e reproduzi-lo entre em contato com nossa equipe comercial.