Parque Indígena pode ser concluído no primeiro semestre de 2020

Obras contam com repasse do DADETUR e contrapartida da Prefeitura

A Secretaria Municipal de Planejamento informou na última semana a respeito do andamento das obras do Parque Indígena. O parque ficará localizado na estrada vicinal Tupã – Quatá (Adelmo Piva), próximo ao trevo principal e será um espaço para lazer, entretenimento e resgatar o conteúdo histórico e cultural da cidade.

De acordo com Brenda Alves, engenheira e fiscal da obra, o parque tem uma área de 89.422,66 metros quadrados, e um custo total de R$ 2.780.644,26, sendo uma parte originada do DADETUR e o restante de contrapartida da Prefeitura.

“As obras foram iniciadas em julho pela construtora Walp Construção e Comércio Ltda., de Bauru, e tem previsão para conclusão até julho de 2020. O projeto foi aprovado em 2017 pelo Conselho Municipal de Turismo (Comtur) e é custeado por um repasse de R$ 2.183.329,84 encaminhado através da Secretaria de Turismo do Estado de São Paulo e por uma contrapartida da Prefeitura no valor de R$ 597.314,42”, informou.

Brenda explicou também que o local já passou por limpeza, e agora está sendo fechado por meio de gradil. Segundo engenheira, a próxima etapa dos trabalhos será a construção dos vestiários. “A obra terá portal de entrada, estacionamento, praça seca, dois banheiros com acessibilidade e pista de caminhada. O objetivo é proporcionar entretenimento e lazer, além de valorizar as origens e cultura de nossa cidade”, informou.

O secretário municipal de Planejamento, Valentim Bigeschi, salientou que o local será um novo patrimônio cultural da cidade, pois possibilitará que os visitantes conheçam um pouco da cultura indígena presente em Tupã.  “O espaço evidenciará a cultura indígena, que é muito presente do município. A escolha do local se deu com o objetivo de facilitar o acesso do visitante, e o projeto conta com vários fatores para a acessibilidade, permitindo uma inclusão no uso deste espaço”, informou.

O secretário municipal de Cultura e Turismo, Duda Gimenez, destacou que esta é uma forma de apresentar um pouco da cultura da cidade e ao mesmo tempo oferecer lazer e entretenimento para a população e visitantes.

“Este parque contribuirá para a cultura e turismo do município, pois além oferecer espaço para lazer e entretenimento, fará com que partes de nossa história e cultura sejam apresentadas aos visitantes, difundida e por consequência preservada por meio do conhecimento e compartilhamento de informações”, informou.

O prefeito Caio Aoqui destacou que a cidade conta com diversos patrimônios históricos e culturais, e que esta é uma forma de contribuir para o lazer e esporte. Ele afirmou ainda que o parque apresentará aspectos que contribuem para a valorização e difusão da cultura indígena, se tornando mais um atrativo turístico para nossa cidade.

“A preservação da Cultura Indígena é importante, pois esta tem grandes influências na cultura de nossa cidade, como em nomes de ruas, nomes de escola e a presença de um dos maiores museus indígenas do país. Além disso, Tupã também é destaque por suas atrações culturais e turísticas, e este será um espaço que além de oferecer alternativa para o entretenimento, possibilita o aprendizado a respeito de nossa cultura”, concluiu.

Fonte: Assessoria de Imprensa

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no print
Imprimir

Sobre o autor

Equipe Tupãense Notícias

Equipe Tupãense Notícias

O portal Tupãense reúne os melhores produtores de conteúdo da região para fornecer a você notícias de alta qualidade.

Mais notícias

Últimas notícias

Últimas notícias

Últimas notícias

Últimas notícias

Proibida a reprodução total ou parcial.Para licenciar este conteúdo e reproduzi-lo entre em contato com nossa equipe comercial.