Macrodrenagem segue com obras aceleradas

Após retomada, a obra chega próximo de 60% de trabalhos executado

A obra da macrodrenagem, que vai minimizar os transtornos ocasionados pela ineficiência do escoamento das águas pluviais em algumas regiões do município, teve até agora 18% dos trabalhos executados. A frente de trabalho conta com três equipes para agilizar a obra e garantir o cumprimento do cronograma estabelecido.

Enquanto uma das equipes executa um dos trechos de galeria pluvial na rua Abel Ferreira Leite para interligar à rede que leva ao canal. A segunda frente de trabalho está entre as ruas Aimorés e Pedro Sanches Serrano, para construir o canal do braço esquerdo do Córrego Afonso XIII. Já a terceira equipe está realizando os serviços no canal do braço direito do córrego, localizado entre as ruas Guaianazes e avenida Tamoios.

De acordo com o secretário municipal de Planejamento, Obras e Trânsito, Valentim César Bigeschi, a execução da obra segue em ritmo acelerado. “A obra estava parada há vários anos com 50% de conclusão. Em 50 dias, a empresa já realizou 18% do restante. Esta é uma evolução satisfatória, tendo em vista que estamos com um prazo apertado e trabalhando em ritmo acelerado para que até o final do ano tenhamos uma boa evolução. Com essa agilidade no cronograma, pretendemos concluir a primeira etapa dos serviços até fevereiro”, informou.

 Valentim destacou que essa é apenas a primeira etapa da obra necessária para resolver o problema de drenagem urbana no município. O secretário também disse que após a conclusão da fase inicial, serão minimizados boa parte dos transtornos ocasionados pelo mau funcionamento do sistema.

“Com a primeira etapa, vamos minimizar os transtornos em algumas regiões do município. Estou na prefeitura há 25 anos e afirmo que o problema é crônico e precisa de muito investimento para ser solucionado. Esta primeira etapa, que está avaliada em R$ 24 milhões, integra o Plano de Drenagem Urbana de 2008 avaliado em R$ 70 milhões, ou seja, isto representa 1/3 do valor necessário para finalização de toda obra de drenagem urbana necessária estabelecida em projeto”, informou.

Ele acrescentou que mesmo após a conclusão da primeira etapa, será necessário que o município continue investindo. “Esta é uma obra que deve continuar recebendo atenção e investimentos por parte do poder público. O prefeito Caio Aoqui tem a pretensão de direcionar mais recursos para as obras de infraestrutura. Por isso, pretendemos continuar os serviços para minimizar os problemas ocasionados à população”, afirmou Valentim.

Já o prefeito Caio Aoqui explicou que a rede de drenagem pluvial urbana desempenha um papel fundamental para o bom funcionamento da cidade, pois minimiza diversos danos ocasionados pelo excesso do nível de circulação de água.

“Como nossa região é pouco atingida por chuvas fortes, muitas das vezes a drenagem urbana passa despercebida pelos olhos da população, que sente a necessidade do sistema somente em períodos com grandes quantidades de chuva. Muitos dos problemas como inundações e enchentes, ocorrem devido ao mau funcionamento da rede de drenagem. Por isso, a obra é de extrema necessidade para a qualidade de vida da população”, comentou.

O chefe do Executivo agradeceu os funcionários pela agilidade na realização dos trabalhos. “Gostaria de agradecer aos funcionários da ‘Copel – Construções, Indústria e Comércio de Araçatuba’ que estão atendendo todas as solicitações da Prefeitura e vem realizando os serviços com materiais de qualidade e muita agilidade. Estamos torcendo para que as condições climáticas colaborem e possamos entregar esta primeira etapa o mais rápido possível, reduzindo as perdas e os sofrimentos causados pelas fortes chuvas”, concluiu.

Fonte: Assessoria de Imprensa

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no print
Imprimir

Sobre o autor

Equipe Tupãense Notícias

Equipe Tupãense Notícias

O portal Tupãense reúne os melhores produtores de conteúdo da região para fornecer a você notícias de alta qualidade.

Mais notícias

Últimas notícias

Últimas notícias

Últimas notícias

Últimas notícias

Proibida a reprodução total ou parcial. Para licenciar este conteúdo e reproduzi-lo entre em contato com nossa equipe comercial.