OUTUBRO ROSA PET 2019

O vereador Capitão Neves, em conjunto com a Dra. Juliana Bernardes, promoverá uma ação no dia 12 de outubro na Praça da Bandeira, no evento Pet Tupã 2019, a partir das 14 às 18h; Tragam o seu Pet para fazer o exame físico (palpação mamária)!

O câncer de mama, doença alvo da campanha Outubro Rosa, não é uma exclusividade dos humanos. Cães e gatos também são acometidos por essa enfermidade. Por isso, a conscientização proposta pela campanha se estende para os tumores de animais de estimação. Hoje sabemos da importância do diagnóstico precoce para o tratamento e cura do câncer de mama, que é o segundo tipo mais prevalente entre mulheres do mundo inteiro. Nos animais domésticos, a prevalência dessa doença está aumentando consideravelmente, o que reforça a necessidade de falarmos sobre esse assunto.

O aparecimento do tumor é multifatorial. No entanto, fatores hormonais estão intimamente relacionados com o desenvolvimento de neoplasmas. A castração é um importante método de prevenção. A incidência de tumores mamários em animais castrados antes do primeiro cio é de 0,5%. Já em cadelas castradas após o primeiro cio, o índice aumenta para 8%. E após dois ou mais ciclos, chega a 26%.  Cerca de 50% dos tumores em cadelas são malignos. Já nas gatas, apesar de a prevalência da doença ser menor, 80% dos tumores encontrados são malignos.

Alguns estudos apontam que a gravidez psicológica e a utilização de anticoncepcionais em cadelas estão diretamente relacionadas com o aparecimento de tumores malignos, e estes provocam facilmente a metástase do câncer, agravando ainda mais a doença. A prevenção e o diagnóstico precoce são fundamentais para evitar a instalação dessa patologia e elevar as chances de cura em animais acometidos.

Diagnóstico dos tumores mamários em cadelas e gatas

Para diagnosticar a doença é preciso detectar a presença de nódulo na mama, e isso é possível através de contato e palpação do animal. Se for encontrado algum “caroço” nas mamas da cadela ou gata, por menor que seja, é importante levar o pet ao veterinário. Contudo, a existência de nódulos não confirma a presença de tumor maligno, sendo necessária a realização de exames específicos. São feitas observações no momento da avaliação quanto ao uso de anticoncepcionais, gravidez psicológica que o animal já teve e idade do mesmo. Em caso de confirmação da existência de tumor maligno, a busca por informações sobre a progressão do nódulo é importante para determinar o tratamento: intervenção cirúrgica ou medicamentosa, através de quimioterapia.

Tratamento

A intervenção cirúrgica é indicada na maioria dos casos e ocorre com a retirada do tumor e das mamas adjacentes, podendo ser parcial (apenas uma mama), uma cadeia inteira (unilateral) ou total (as duas cadeias mamárias). Em casos mais graves e em confirmação de metástase, cabe ao veterinário avaliar a necessidade da cirurgia, sendo indicados para essas situações os tratamentos com quimioterápicos.

A quimioterapia dirigida aos animais visa a qualidade de vida, e não somente o combate à doença. Por isso, o tratamento não costuma causar tantos efeitos colaterais em cadelas e gatas. Em apenas 20% dos casos há sintomas como enjoos e diarreias, controláveis com medicamentos e em casa. O número de sessões e a frequência da quimioterapia dependem do protocolo adotado pelo médico veterinário.

A alimentação com dietas balanceadas contribui de forma significativa para a manutenção da saúde do pet e, consequentemente, para a redução da incidência de doenças. Conheça nossas linhas de alimentos e escolha a Quatree ideal para seu amigo de quatro patas.

Fonte: Assessoria de Imprensa

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no print
Imprimir

Sobre o autor

Equipe Tupãense Notícias

Equipe Tupãense Notícias

O portal Tupãense reúne os melhores produtores de conteúdo da região para fornecer a você notícias de alta qualidade.

Mais notícias

Últimas notícias

Últimas notícias

Últimas notícias

Últimas notícias

Proibida a reprodução total ou parcial.Para licenciar este conteúdo e reproduzi-lo entre em contato com nossa equipe comercial.