Parque Universitário tem o maior índice de infestação do Aedes em setembro

Agentes de Combate às Endemias vistoriaram mais de 11 mil residências no mês passado

A Prefeitura de Tupã vem intensificando as medidas de combate à dengue, entretanto em setembro o Parque Universitário atingiu 3.15 no índice de infestação do mosquito Aedes aegypti, sendo considerado o maior de todo o município.

De acordo com o chefe do Setor de Endemias, Marco Antônio de Barros, durante as visitas de rotina para controle de criadouros, realizadas pelos agentes de Combate às Endemias, somente no Parque Universitário, foram encontrados 9 focos do mosquito espalhados pelas residências.

“Ao todo, nossos agentes visitaram 389 imóveis residenciais sendo encontrados 9 focos do mosquito, sendo: 2 em ralos de garagem, 4 em vasos de plantas e 3 em piscinas. Infelizmente estamos encontrando alguns focos no município e isso não pode acontecer”, explicou.

Barros informou que o índice de infestação do mosquito Aedes encontrado no Parque Universitário é preocupante. “Nas demais regiões do município, a presença de focos do mosquito está bem menor. A Vila marajoara ficou com 2.05, já o centro da cidade, por exemplo, apresentou índice de infestação de apenas 1.89, enquanto no Jardim América ficou em 0.51. A infestação no Parque Universitário é preocupante. Por isso, para diminuirmos este número, peço a colaboração da população com a fiscalização de suas residências e eliminação de possíveis focos”, disse.

Ele destacou também que até dia 25 de setembro foram confirmados apenas 10 casos de dengue no município. Ele informou que foram 3 no Centro, 2 no Parque Universitário, 1 no Jd. América, 1 no Jd. Santa Maria, 1 no jardim Itaiupu, 1 na Vila Marajoara e 1 no Jd. Marabá.

O chefe do Setor de Endemias reforçou que apesar do número de casos de dengue ter diminuído drasticamente, a população precisa continuar colaborando para erradicar de vez a doença do município. “Conseguimos avançar no combate à dengue e para que continuemos assim, a cooperação da população é essencial. Podemos ter diminuído os números de casos de dengue, mas para que a doença permaneça controlada em nosso município precisamos eliminar os focos do mosquito de todos os bairros da cidade”, afirmou.

Marco acrescentou que com o objetivo de direcionar os trabalhos realizados pelo Setor de Endemias, foram discutidas com os supervisores de equipes quais regiões precisam de prioridade. No mês de setembro, os agentes vistoriaram 11.565 imóveis, sendo o maior número de visitas dos últimos 18 meses em Tupã.

“Gostaria de parabenizar a todos os supervisores e agentes pelos trabalhos prestados em setembro. Graças a dedicação de todos, estamos fazendo uma verdadeira força-tarefa no município para eliminar os focos de dengue e livrar o Tupã de uma nova epidemia da doença”, concluiu.

Fonte: Assessoria de Imprensa

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no print
Imprimir

Sobre o autor

Equipe Tupãense Notícias

Equipe Tupãense Notícias

O portal Tupãense reúne os melhores produtores de conteúdo da região para fornecer a você notícias de alta qualidade.

Mais notícias

Últimas notícias

Últimas notícias

Últimas notícias

Últimas notícias

Proibida a reprodução total ou parcial. Para licenciar este conteúdo e reproduzi-lo entre em contato com nossa equipe comercial.