Um final de semana em Cunha/SP

Você está em um feriado prolongado sem saber o que fazer. Então, aí vai uma dica: olhe com carinho para a região do Vale do Paraíba, mais especificamente para Cunha, um lugar incrível!

​Localizada a 715 km de Tupã, a cidade tem várias atrações turísticas, entre elas, a visitação nas terras onde são cultivadas as lavandas.

Pontos turísticos

​Casa do Artesão: Tem muitas lembranças da cidade, que é forte na venda de cerâmicas, com uma grande variedade.

Lavandário: Campo de lavanda com uma vista incrível. O espaço para tirar foto é limitado e o local possui loja com diversos produtos de lavanda. O Lavandário abre normalmente somente de sexta a domingo e feriados, das 10h às 17h, mas parece que tem algumas exceções (férias de verão até o carnaval). ​

Contemplário: Campo de lavanda sem limitação, onde pode-se caminhar à vontade. Lá também tem uma loja com produtos de lavanda. ​

Pedra da Macela: Local com um mirante super alto. Depois de estacionar o carro tem que subir 2 km a pé. Dizem que é bem íngreme a subida e NÃO aconselham ir em dias nublados. Eu mesma não fui visitar pelo clima. ​

Cachoeiras: Também não fui devido ao clima.

Hospedagem

O local oferece muitas acomodações. São diversas pousadas e hotéis para instalar os turistas. Eu, no caso, me hospedei na Pousada Vila Rica, lugar simples e bem aconchegante. O café da manhã é uma delícia, com comidas bem caseiras. O quarto família com quatro camas custa R$ 250,00. Já para os casais são R$ 200,00. Não sei se os valores mudam conforme a época. Eu me instalei lá em janeiro.

​A Pousada entrega um mapa da cidade com os pontos turísticos.

Tome cuidado

O Lavandário e o Contemplário não possuem restaurantes, apenas um Café e uma loja com produtos de lavanda, como: Sorvete, chás, bolos, tortinhas, sabonetes, óleos, perfumes etc. Não tem como almoçar lá.

​O Waze não costuma funcionar em Cunha. Então, para você não se perder como eu, não confie no aplicativo. Para encontrar a Pousada que me hospedei, usei a Casa do Artesão como referência, porque fica ao lado.

A estrada entre Guaratinguetá e Cunha é cheia de curvas, portanto, redobre a atenção no volante e dirija em baixa velocidade.

​Paraty fica bem próxima da cidade, mas é uma estrada parque que abre às 7h e fecha às 17h. Há boatos que é cheia de subidas e descidas. Por isso, não arrisquei ir para Paraty pelo mau tempo.

​Cidades próximas

​Como Tupã fica muito distante para passar um final de semana em Cunha, coloque o lugar em seu roteiro quando for visitar Paraty (45 km) Campos do Jordão (126 km) ou Ubatuba (116 km), pois são cidades relativamente mais próximas. Compensa sair dos lugares citados acima e dar um pulinho lá.

DICAS

Antes de planejar a viagem dê uma olhadinha no Climatempo. Os passeios devem ser melhores em um dia ensolarado.

​Não vá na Pedra da Macela em tempo de chuva, porque não tem vista nenhuma.

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no print
Imprimir

Sobre o autor

Verena Raymundo

Verena Raymundo

Jornalista de formação e viajante por paixão. Para você que gosta de conhecer novas culturas e lugares diferentes, essa é a coluna certa. Vou compartilhar dicas de destinos que possam agregar diversão e conhecimento. Vamos embarcar nesta viagem? Vem comigo!

Mais notícias

Últimas notícias

Últimas notícias

Últimas notícias

Últimas notícias

Proibida a reprodução total ou parcial. Para licenciar este conteúdo e reproduzi-lo entre em contato com nossa equipe comercial.