Muralha Paulista – Detecta já dificulta ação criminosa em Tupã e região

Veículos e pessoas envolvidas em ação delituosa fora denunciados pelo Sistema

Implantado oficialmente em 8 de agosto, o Sistema Detecta tem revolucionado o trabalho das policias civil e militar na microrregião de Tupã. Acusados de crimes e procurados da Justiça têm sido identificados.

Veículos oriundos de ação criminosa foram interceptados pela PM, mas o sistema de vigilância também registra fatos que podem auxiliar envolvidos em situações inusitadas.

O sistema que detecta e aponta irregularidades, através de imagens, ajuda o setor de investigação da Polícia Judiciária a desvendar crimes e ou a encontrar autores de acidentes com fuga. Essa tem sido a nova rotina da já confiável segurança pública em Tupã, considerada uma das mais eficientes do Estado.

PROCURADO

Um dos últimos registros com sucesso do Sistema Detecta ocorreu no último domingo, dia 27, quando a PM foi alertada sobre um veículo conduzido por um procurado da Justiça.

Ao passar pelo radar instalado na estrada Tupã – Queiroz, foi emitido um alerta geral sobre o Volkswagen Voyage que transitava em direção ao perímetro urbano da cidade.

O veículo foi localizado na Avenida Domingos da Costa Lopes, na zona Leste e ficou constatado que o seu condutor e o veículo estavam envolvidos em ação criminosa. O acusado era procurado para cumprir uma pena de 1 ano e 1 mês.

PROVA

Além de auxiliar o policiamento ostensivo e repressivo, assim que foi oficialmente implantado em Tupã, o Detecta teve uma função social. Foi utilizado para constituir prova de que um condutor não praticou infração de trânsito em outro município.

Foi o que aconteceu com o tupãense identificado pelas iniciais P.I., notificado após ser multado no dia 7 de agosto, na região de Ribeirão Preto.  “Eu havia lido na imprensa de que Tupã já havia instalado o Detecta e, quando fui notificado no dia 7 de agosto, no dia seguinte o Sistema foi oficialmente implantado pelo prefeito Caio Aoqui. Orientado por um amigo, compareci à Central de Monitoramento e solicitei as imagens para comprovar que eu estava em Tupã”, disse o cidadão.

De acordo com a notificação, no dia 30 de julho, P.I. teria sido flagrado dirigindo na contramão em pista de faixa contínua, na cidade de Jaboticabal. No entanto, as imagens usadas para recorrer comprovam de que o veículo do tupãense, no dia 30, por volta das 15 horas, foi detectado transitando na estrada Marechal do Ar Eduardo Gomes, no sentido Tupã a Arco-Íris.

Além das imagens, era impossível ter percorrido a distância de 280 km, dentro de um espaço de 1h30, quando o percurso é feito em mais de 3 horas.

Na quarta-feira, dia 30, o tupãense entrou com o recurso junto ao órgão responsável para tentar se livrar de uma multa de mais de R$ 1.500,00 e de levar 7 pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

DETECTA

A Prefeitura de Tupã formalizou a adesão ao convênio estadual do Sistema Detecta no município, através da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo (SSP-SP), para compartilhar imagens e informações com maior agilidade, assertividade e eficiência no combate à criminalidade.

Na ocasião, o prefeito Caio Aoqui destacou ser um investimento fundamental na manutenção do patamar de segurança conquistado por Tupã, auxiliando cada vez mais o trabalho de excelência das polícias civil, militar e científica, e do corpo de bombeiros.

Caio Aoqui informou ainda que o município é um dos primeiros da região a efetivar a implantação da ‘Muralha Paulista’, rede de vigilância proposta pelo secretário da Segurança Pública (SSP), Guilherme Derrite, “ou seja, em Tupã o crime não vai ter vez”, declarou o prefeito.

Para formar a Muralha Paulista, o governo de São Paulo tem como meta levar o sistema em funcionamento em Tupã, em rodovias paulistas para todos os 645 municípios do estado. A tecnologia pode identificar veículos furtados, roubados, dublê ou utilizados em ação criminosa, assim como proprietários com mandado de prisão.

“O Detecta está disponível para as polícias há algum tempo e agora as imagens do sistema de segurança captadas aqui na cidade alimentarão um banco de dados, criando uma muralha tupãense. O fato de o poder público se empenhar em trazer esse tipo de recurso para o município demonstra efetivo comprometimento com a sociedade”, ressaltou Milena Davoli de Melo, delegada Titular da DIG.

Em Tupã, os sete pontos estratégicos interligados ao Sistema Detecta são:

  • Trevo “Dr. Ivo Pinto Paredes” ou trevo da Camap;

  • Trevo principal “Dr. Jamil Dualibi”;

  • Trevo “Ramon Barrionuevo” ou Chaparral;

  • Trevo do Terceiro Distrito Industrial “Eizi Hirano”;

  • estrada vicinal “Antonio Lovato” (Tupã/ Parnaso);

  • Rodovia Tupã/Queiroz;

  • e estrada Marechal-do-Ar Eduardo Gomes.

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Email
Imprimir

Sobre o autor

Equipe Tupãense Notícias

Equipe Tupãense Notícias

O portal Tupãense reúne os melhores produtores de conteúdo da região para fornecer a você notícias de alta qualidade.

Últimas notícias

Últimas notícias

Últimas notícias

Últimas notícias

Proibida a reprodução total ou parcial.

Para licenciar este conteúdo e reproduzi-lo
entre em contato com nossa equipe comercial.