Pesquisar
Close this search box.

Quadrilha dá marcha à ré em caminhão para quebrar parede e invadir agência bancária de Marília

Foto: Aline Albuquerque / TV TEM

Veículo ficou preso no buraco e os criminosos só conseguiram acessar um dos cômodos da Caixa Econômica Federal em Marília (SP). Eles fugiram levando uma CPU que depois foi abandonada

Criminosos destruíram a parede e invadiram uma agência da Caixa Econômica Federal, na Avenida João Ramalho, em Marília, durante a madrugada deste sábado (20).

De acordo com a Polícia Militar, ainda não se sabe quantos suspeitos participaram da ação. Antes de invadir a agência, eles furtaram o caminhão de uma empresa, no Parque das Indústrias, usado no crime.

No comércio, além do caminhão, eles levaram em torno de R$ 300 em dinheiro, notebooks, celulares e um micro-ondas.

Em seguida, os suspeitos foram para o banco e abriram um buraco na parede da agência com o veículo furtado, eles deram marcha à ré para quebrar a parede.

O veículo acabou ficando preso à parede e eles não conseguiram acesso a todo o interior da agência, apenas a um dos cômodos, onde tentaram furtar a CPU de um computador, mas que depois foi abandonada quando os criminosos fugiram do local. O equipamento foi recuperado pela PM.

As forças de segurança buscam câmeras de monitoramento em estabelecimentos da região para identificar os criminosos.

A perícia da Polícia Federal e do Estado foram acionadas e o caso será investigado pela PF por se tratar de uma instituição bancária federal. Já a Central de Polícia Judiciária de Marília foi notificada sobre o furto na empresa.

Em nota, a Caixa Econômica Federal disse que as informações relativas a crimes são repassadas somente para as autoridades policiais. Disse também que está colaborando com as investigações.

Fonte: G1

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Email
Imprimir

Sobre o autor

Picture of Equipe Tupãense Notícias

Equipe Tupãense Notícias

O portal Tupãense reúne os melhores produtores de conteúdo da região para fornecer a você notícias de alta qualidade.

Últimas notícias

Últimas notícias

Últimas notícias

Últimas notícias

Proibida a reprodução total ou parcial.

Para licenciar este conteúdo e reproduzi-lo
entre em contato com nossa equipe comercial.