Últimas notícias

Marília confirma primeiro caso de chikungunya, em Bauru já são seis

Doença é transmitida pelo Aedes aegypti, que também dissemina a dengue

A prefeitura de Marília (SP) confirmou na manhã de sexta-feira (11) o primeiro caso positivo de chikungunya de 2022. Segundo a Secretaria de Saúde do município, no ano passado nenhum caso foi registrado.

O caso confirmado é de um homem, de 69 anos, morador no bairro Toffoli, zona sul da cidade. Ele realizou um exame particular de dengue, que deu positivo, após apresentar febre, dor muscular extrema e artrite, com início de sintomas no dia 3 de outubro.

Como não havia histórico de viagem, foi realizado teste para chikungunya, no laboratório de referência estadual Adolfo Lutz, que confirmou o resultado para chikungunya. O paciente passa bem, segundo o poder público municipal.

A transmissão da chikungunya acontece por meio do mosquito da dengue, o Aedes aegypti, nos ambientes urbanos. No meio rural, é o mosquito Aedes albopictus que dissemina a doença.

Dados da administração municipal divulgados nesta sexta-feira indicam que Marília já confirmou 992 casos de dengue desde o começo do ano.

Bauru

Em Bauru (SP), a Secretaria de Saúde informou nesta sexta-feira a ocorrência de sete novos casos de dengue, totalizando desde o começo do ano, 3.726 casos autóctones de dengue e 11 casos importados, com quatro óbitos. Há 35 casos suspeitos em investigação.

Ainda de acordo com a pasta, a cidade também conta desde janeiro com seis casos confirmados de chikungunya, sendo cinco autóctones e um importado.

Fonte G1

Tupã

A cidade de Tupã registrou até o dia 7 de novembro 3.034 casos de dengue, com 2 óbitos já confirmados.

Casos de chikungunya não foram informados.

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Email
Imprimir

Sobre o autor

Equipe Tupãense Notícias

Equipe Tupãense Notícias

O portal Tupãense reúne os melhores produtores de conteúdo da região para fornecer a você notícias de alta qualidade.

Últimas notícias

Últimas notícias

Últimas notícias

Últimas notícias

Proibida a reprodução total ou parcial.

Para licenciar este conteúdo e reproduzi-lo
entre em contato com nossa equipe comercial.