Energisa registra 90 batidas em postes que afetaram o fornecimento de energia elétrica na região

Números acendem alerta quanto à segurança no trânsito e apontam prejuízos à comunidade pelas interrupções no fornecimento da energia

Somente entre janeiro e setembro deste ano, 90 acidentes de trânsito envolvendo postes foram registrados nas regiões de Assis e Tupã. As estatísticas referem-se apenas às ocorrências contabilizadas nos 27 municípios atendidos pela Energisa Sul-Sudeste, e acendem um alerta geral quanto à segurança no trânsito.   

Além disso, essas ocorrências trouxeram outros prejuízos à comunidade, uma vez que mais de 21 mil clientes ficaram sem energia devido aos danos que as colisões causaram ao sistema elétrico.   

Entre janeiro e dezembro do ano passado foram 135 acidentes dessa natureza na região. Apesar da redução nos números, o gerente de Operação Energisa Sul-Sudeste, Tiago Luis Diório Sanches, enfatiza a preocupação da concessionária em conscientizar preventivamente sobre riscos desse tipo de acidente.   

“Um dos problemas mais graves das colisões contra poste é o risco de choque elétrico, ainda mais se houver o rompimento dos cabos de energia. Mesmo a rede de distribuição da Energisa sendo equipada com tecnologia de proteção para interromper o fornecimento de energia em situações como essas, é sempre importante considerar a rede energizada e tomar medidas de precaução neste tipo de situação”.   

Tiago reforça a importância de a comunidade estar atenta e colocar em prática as orientações de segurança em casos de acidentes: “Sempre frisamos: se o veículo atingiu um poste, os ocupantes devem permanecer dentro do carro, sem tocar nas partes metálicas, aguardando a chegada de uma equipe especializada da distribuidora, que irá realizar todos os procedimentos necessários com a máxima segurança”, detalha.   

Já para as pessoas que presenciarem o acidente, a orientação é manter a distância e acionar o socorro imediatamente. 

“Às vezes, na ansiedade de ajudar quem está dentro do carro, as pessoas podem tocar em um cabo rompido e sofrer um choque elétrico. Então, não toque no veículo, chame a Energisa e o Corpo de Bombeiros que farão o socorro de maneira adequada”.   

Sem energia

Como se não bastassem as consequências física e emocionais aos envolvidos, os acidentes registrados nessas regiões também causaram outros prejuízos: a interrupção no fornecimento de energia para residências, estabelecimentos comerciais e unidades de saúde situadas próximo aos locais das ocorrências.     

“A Energisa conta com equipamentos modernos permitem realizar manobras no sistema elétrico de maneira remota (sem a necessidade de deslocamento de equipes) para minimizar os impactos e restabelecer a energia de forma rápida para o maior número de clientes possível. Mas, nem sempre é possível restabelecer todos de uma única vez, devido à complexidade dos estragos”, explica Tiago.   

Até setembro, 21.524 clientes tiveram a energia interrompida, ainda que por poucos minutos, em decorrência de batidas em postes. No entanto, parte desses clientes acabou sendo impactada por mais tempo, para os trabalhos na rede elétrica, incluindo reparos ou substituição de equipamentos e postes, fossem executados com segurança.   

Serviço

A orientação da Energisa é que em caso de urgência envolvendo a rede elétrica, a comunidade entre em contato pelos canais de atendimento:   

Você já viu?

Diferente de qualquer um! Conheça o novo Life Resort Hum Club

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Email
Imprimir

Sobre o autor

Equipe Tupãense Notícias

Equipe Tupãense Notícias

O portal Tupãense reúne os melhores produtores de conteúdo da região para fornecer a você notícias de alta qualidade.

Últimas notícias

Últimas notícias

Últimas notícias

Últimas notícias

Proibida a reprodução total ou parcial.

Para licenciar este conteúdo e reproduzi-lo
entre em contato com nossa equipe comercial.