Onça-pintada que foi domesticada é transferida para instituto

Uma onça-pintada que foi domesticada por funcionários de uma fazenda foi transferida para o Instituto Nex, em Corumbá de Goiás, região central do estado. A “Marruá”, como foi nomeada, foi resgatada por um fazendeiro após perder a mãe nas queimadas no Pantanal, em 2020.

A onça chegou na fazenda em Cáceres, no Mato Grosso, ainda bebê, mas começou a representar risco depois de cerca de dois anos e a polícia ambiental foi chamada. O médico veterinário Thiago Luczinskin, conta que Marruá está no Nex desde o dia 4 de fevereiro e se adapta ao novo lar.

Ainda de acordo com o profissional, por conta de ter sido domesticada por muito tempo, a onça não poderá retornar à natureza. De acordo com a coordenadora de projetos do Instituto Nex Daniela Giami, será feito um trabalho para a readaptação do animal a nova realidade.

A onça foi resgatada no dia 3 de fevereiro deste ano, na cidade mato-grossense, depois do pedido do dono da fazenda em que ela vivia. Thiago Luczinskin contou que Marruá vivia solta e apresentava temperamento tranquilo e manso. O médico veterinário lembrou que a onça estava bem ambientada e, visualmente não tinha sinais de maus-tratos.

Informações: dm.com.br

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Email
Imprimir

Sobre o autor

Equipe Tupãense Notícias

Equipe Tupãense Notícias

O portal Tupãense reúne os melhores produtores de conteúdo da região para fornecer a você notícias de alta qualidade.

Mais notícias

Últimas notícias

Últimas notícias

Últimas notícias

Últimas notícias

Proibida a reprodução total ou parcial.Para licenciar este conteúdo e reproduzi-lo entre em contato com nossa equipe comercial.