Vila Inglesa recebe ações de combate à dengue

Equipes realizaram visitas casa a casa e identificaram 10 imóveis com focos do mosquito

A Secretaria Municipal de Saúde, por meio do Departamento de Entomologia e Endemias, realizou no último sábado (22) visitas casa a casa em toda a Vila Inglesa, zona Sul do município.

As visitas de intensificação foram necessárias após a Avaliação de Densidade Larvária (ADL), realizada pelas equipes do Departamento, apontar alta infestação do mosquito Aedes aegypti no bairro.

Segundo informações do Departamento, somente na Vila Inglesa o índice de infestação atingiu 3,39, classificação de alerta segundo a ADL. Após isso, as equipes traçaram estratégias para eliminar os focos do mosquito presentes no local e orientar os moradores sobre como combater a dengue.

Durante as visitas foram identificados 10 imóveis com focos do mosquito, 34 recipientes com larvas e 90 recipientes com água propícios para o criadouro do mosquito transmissor da dengue.

Além das visitas, a Departamento divulgou ações realizadas na Vila Marajoara e no Parque Irajá, bairros onde também foi identificado grande índice de infestação. “Após a medição do índice larvário o trabalho dos agentes já foi direcionado para estes bairros, sendo realizado na quinta (20) e sexta-feira (21) a aplicação do biolarvicida espacial”, explicou o diretor do Departamento, Marco Antônio de Barros.

Ele ainda ressaltou que a infestação do mosquito é sempre mais intensa no verão, em função da elevação da temperatura e da intensificação de chuvas, fatores que propiciam a eclosão de ovos do mosquito.

“Para evitar esta situação, é preciso adotar medidas permanentes para o controle do vetor, durante todo o ano, a partir de ações preventivas de eliminação de focos. Como o mosquito tem hábitos domésticos, essa ação depende sobretudo do empenho da população”, explicou Marco Antônio.

O secretário municipal de Saúde, Dr. Miguel Ângelo de Marchi, acrescentou que o empenho dos munícipes com os cuidados dentro de casa já ajudam muito no combate à dengue.

“Estamos fazendo a nossa parte, intensificando as ações quando necessário e mantendo os trabalhos de rotina em dia. Pedimos agora a colaboração de todos, para que coloquem nas suas rotinas a vistoria dos quintais e eliminação de qualquer criadouro do mosquito. Assim, é possível que todos nos ajudem a combater esse mosquito e evitar que os casos da doença transmitida por ele aumentem”, pediu.

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Email
Imprimir

Sobre o autor

Equipe Tupãense Notícias

Equipe Tupãense Notícias

O portal Tupãense reúne os melhores produtores de conteúdo da região para fornecer a você notícias de alta qualidade.

Mais notícias

Últimas notícias

Últimas notícias

Últimas notícias

Últimas notícias

Proibida a reprodução total ou parcial.Para licenciar este conteúdo e reproduzi-lo entre em contato com nossa equipe comercial.