Bolsa Empreendedor oferece até mil reais para empreendedores saírem da informalidade

Programa do Governo do Estado está com inscrições abertas até este domingo

A Prefeitura de Tupã, por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Comércio Exterior, informa que as inscrições para o programa Bolsa Empreendedor do governo do Estado estarão abertas até este domingo (19). O programa, que oferecerá apoio financeiro é voltado para pessoas desempregadas ou informais, maiores de 18 anos e sem inscrição de CNPJ como empresário, sócio ou administrador de pessoa jurídica.

As inscrições devem ser realizadas no portal do Bolsa do Povo (bolsadopovo.sp.gov.br), e os candidatos serão selecionados até dia 22/09. Os selecionados receberão comunicado por SMS ou e-mail informados na inscrição e deverão confirmar a participação. Os selecionados que não confirmarem perderão a vaga.

O programa tem parceria com o Sebrae, que dará acesso gratuito aos participantes para cursos de empreendedorismo do programa Empreenda Rápido, e disponibilizará profissionais para darem total apoio e orientação aos participantes.

Em Tupã serão duas turmas que realizarão aulas presenciais, com início no dia 27/09 e em local ainda a ser divulgado. A primeira turma, com 20 alunos, fará as aulas no período da manhã, das 8h30 às 12h30. A segunda turma, com mais 20 selecionados, ficará no período da tarde, das 13h às 17h.

O bolsa-auxílio de R$1.000,00 ofertado pelo programa, será dividido em duas parcelas de R$500,00, sendo a primeira paga para os que finalizarem o curso e a outra para os que registrarem no Microempreendedor Individual (MEI) e manterem a empresa ativa mais um mês.

Com as aulas das turmas encerradas e o CNPJ aberto, o concluinte receberá no final de outubro um voucher e sacará poderá sacar a 2ª parcela no Banco do Brasil, lotérica ou Caixa Econômica Federal.

O secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Newton Takahara, contou que será dada prioridade para mulheres em vulnerabilidade, LGBTQIA+, jovens, pessoas pretas ou pardas, indígenas e pessoas com deficiência.

“O objetivo principal do Bolsa Empreendedor é impulsionar novos empreendimentos e tirar autônomos da informalidade. É importante também lembrar que é necessário que o inscrito esteja morando em alguma das cidades do Estado de São Paulo”, alertou.

O prefeito Caio Aoqui ressaltou que foi destinado para Tupã 40 vagas. “Com mais pessoas saindo da informalidade e registrando seus negócios como deve ser, é possível fomentar a economia local e gerar mais empregos para toda a população. Lembrando que pessoas não selecionadas não poderão participar das aulas presenciais e nem receber o auxílio de duas parcelas”, disse.

O vice-prefeito Renan Pontelli ainda ressaltou que os cidadãos que não possuem registro não precisam se procurar, pois serão auxiliados pelos agentes do Sebrae para manterem seus negócios ativos após o registro de MEI.

“Além do curso que será realizado durante o programa, Tupã conta com o Sebrae Aqui, que realiza de segunda a sexta atendimento para empreendedores ou pessoas que queiram dar o pontapé inicial em seus negócios. Desta forma, é ainda mais fácil entender a necessidade de cada empresário e empresa para manter os negócios em andamento”, contou.

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no print
Imprimir

Sobre o autor

Equipe Tupãense Notícias

Equipe Tupãense Notícias

O portal Tupãense reúne os melhores produtores de conteúdo da região para fornecer a você notícias de alta qualidade.

Mais notícias

Últimas notícias

Últimas notícias

Últimas notícias

Últimas notícias

Proibida a reprodução total ou parcial. Para licenciar este conteúdo e reproduzi-lo entre em contato com nossa equipe comercial.