Bloco parlamentar pede que Prefeitura adquira vacinas contra covid com recursos próprios

O bloco parlamentar formado pelos vereadores Alexandre Scombatti, Antonio Brito, Eduardo Alexandre Sanchez, Eliézer de Carvalho e Renato Fresneda Delmori, fez tramitar pela Câmara indicação na qual pede ao prefeito Caio Aoqui que, utilizando recursos municipais, efetue a compra de vacinas contra a covid-19. Segundo a argumentação dos vereadores, o procedimento é autorizado pela Justiça e garantiria que, na cidade, o número de imunizados fosse maior, acelerando a campanha de vacinação.

Em nota, o grupo justificou que recentemente o Supremo Tribunal Federal se manifestou favoravelmente à aquisição do imunizante por parte dos municípios, o que abre espaço para que a Prefeitura inicie o processo e garanta que Tupã receba um número maior de doses do que o destinado pelo Ministério da Saúde.

Ainda na nota, os vereadores que integram o bloco parlamentar lembraram que “é obrigação da administração atuar de maneira efetiva para garantir não somente a saúde da população, mas também oferecer condições para que haja pleno desenvolvimento econômico, objetivos que, neste momento, só podem ser atingidos com a imunização em massa contra a covid-19, doença que vem colocando em xeque todo o Globo”.

“A Constituição outorgou a todos os entes federados a competência comum de cuidar da saúde, compreendida nela a adoção de quaisquer medidas que se mostrem necessárias para salvar vidas. Por isso, neste momento crucial, é importante que a Prefeitura, dentro do possível, garanta a aquisição de vacinas para imunizar o maior número de tupãenses”, concluíram os vereadores.

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no print
Imprimir

Sobre o autor

Equipe Tupãense Notícias

Equipe Tupãense Notícias

O portal Tupãense reúne os melhores produtores de conteúdo da região para fornecer a você notícias de alta qualidade.

Mais notícias

Últimas notícias

Últimas notícias

Últimas notícias

Últimas notícias

Proibida a reprodução total ou parcial. Para licenciar este conteúdo e reproduzi-lo entre em contato com nossa equipe comercial.