Motta propõe a inclusão de comerciários no grupo prioritário da vacinação contra o Covid-19

Os trabalhadores do comércio estão entre os que apresentam maior risco de contaminação pelo coronavirus

Com a flexibilização da quarentena e a retomada do comércio, os trabalhadores do setor arriscam diariamente as suas vidas e ficam expostos à infecção pelo novo coronavírus.

O Projeto de Lei nº 5480/20, de autoria do deputado federal Luiz Carlos Motta (PL-SP), altera a Lei 13.979/20, que prevê medidas para enfrentar o Covid-19, e inclui os comerciários como prioridade na campanha nacional de imunização contra a doença. “Os trabalhadores do comércio são a maior categoria profissional urbana no país. Como lidam com o público e tem contato direto com mercadorias, cartões e dinheiro, ficam mais vulneráveis à contaminação”, afirmou.

Representante da categoria no Congresso Nacional, Motta avalia que a imunização protege a vida e saúde dos trabalhadores e, também, contribui para impedir a proliferação do novo coronavírus. “Ao serem vacinados, os comerciários preservam a própria saúde e, da mesma forma, daqueles que estão próximos e em contato com eles”.

Requerimento – Além do PL 5480/20, Motta apresentou Indicação ao Ministério da Saúde para reforçar a inclusão dos trabalhadores do comércio na futura campanha de imunização. O órgão anunciou que idosos, profissionais de saúde e professores são um dos que devem constar no plano preliminar para a vacinação contra a Covid-19 no país.

Projeto de lei de Luiz Carlos Motta repercute na grande imprensa

Tupã – Indicação e Moção

Amauri Mortágua, Presidente do Sincomerciários de Tupã e Região, encerrou seu mandato como vereador no fim do ano de 2020 como sempre foi: na defesa dos interesses dos trabalhadores comerciários, com a Indicação para o Governo do Estado incluir a categoria profissional dos comerciários na prioridade de vacinação contra a covid-19.

O então vereador ainda fez uma Moção de Apoio ao Deputado Federal Luiz Carlos Motta pela iniciativa de nível nacional.


União: em 2021, mais necessária que nunca

Amauri Mortágua destacou a necessidade de união nesse momento que enfrentamos

“Em um ambiente democrático, é saudável – e até aconselhável – que haja divergência de opiniões.

O debate sempre favoreceu o desenvolvimento. Entretanto, diante dos desafios que se desenham no horizonte deste ano que agora começa, é chegada a hora de deixarmos de lado nossas diferenças para, através da união de nossas forças e do peso de nosso trabalho, superarmos os obstáculos, que serão muitos e severos.

União, agora, é muito mais que uma mera palavra ou sentimento vago: é a força que vai permitir vencer, ainda que em passos tortuosos, este caminho de incertezas e ameaças que começamos a trilhar.

Neste ano, estarmos unidos é uma necessidade. Não é capricho, é questão de sobrevivência.”

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no print
Imprimir

Sobre o autor

Equipe Tupãense Notícias

Equipe Tupãense Notícias

O portal Tupãense reúne os melhores produtores de conteúdo da região para fornecer a você notícias de alta qualidade.

Mais notícias

Últimas notícias

Últimas notícias

Últimas notícias

Últimas notícias

Proibida a reprodução total ou parcial. Para licenciar este conteúdo e reproduzi-lo entre em contato com nossa equipe comercial.