Bilhete de criança de 7 anos que caiu de bicicleta e riscou veículo viraliza: ‘Como ficar bravo?’, diz dono do carro

Caso aconteceu em Curitiba. Menino pediu desculpas e deixou telefone do pai no bilhete. Dono do carro disse que só viu o risco na lataria por causa do recado do garoto

Uma postagem com um pedido de desculpas por causa de um carro riscado viralizou na internet. No bilhete, um garoto dizia que tinha se desequilibrado da bicicleta e batido no veículo. Ao final, a criança escreveu o telefone do pai para que pudesse pagar o conserto.

“Como ficar bravo com essa criança?” postou Marcelo Martins, dono do carro, nas redes sociais. A foto, de domingo (13), teve mais de 350 mil curtidas e 35 mil compartilhamentos.

O autor do bilhete é Benício, de 7 anos. Ele andava de bicicleta com o pai na rua quando se desequilibrou e bateu com o guidão no carro.

Segundo o pai do menino, Marcel Weiss Hoffmann, o garoto não sossegou enquanto não encontrou uma solução para o estrago no carro.

“Ele ficou muito incomodado, ficou perguntando se ia custar caro. Ele até juntou um trocadinho dele e ficou se lamentando que o dinheirinho dele não ia dar para pagar”, lembrou o pai.

O dono do carro, no entanto, afirmou que nem notou o risco na lataria quando viu o bilhete.

“Eu procurei de todos os lados, meu carro estava meio sujo e nem reparei. Se não fosse o bilhete eu nem tinha notado”, afirmou o dono do carro.

Dono do carro disse que nem notou o risco na lataria, em Curitiba — Foto: Reprodução/RPC

Segundo Marcelo, o gesto surpreendeu ele. “A gente acha que alguém que bate no seu carro pode sair correndo, ainda mais nesta idade, mas eu achei um gesto de uma doçura, de uma honestidade grande”, disse Marcelo.

Pai orgulhoso

O pai do Benício afirmou que, apesar da idade do garoto, ficou orgulhoso com a forma como ele encarou a situação.

“Eu fiquei muito orgulhoso, porque a gente tenta educar para isso. Que ele seja responsável pelas ações dele no futuro, que aprenda com os erros”, afirmou o pai.

O próprio Benício afirmou que o objetivo dele era consertar o que tinha causado.

“Causar o problema e deixar o problema não é bom”
completou o garoto.

Benício, de 7 anos, deixou um bilhete após riscar carro sem querer, em Curitiba — Foto: Reprodução/RPC

Fonte: G1

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no print
Imprimir

Sobre o autor

Equipe Tupãense Notícias

Equipe Tupãense Notícias

O portal Tupãense reúne os melhores produtores de conteúdo da região para fornecer a você notícias de alta qualidade.

Mais notícias

Últimas notícias

Últimas notícias

Últimas notícias

Últimas notícias

Proibida a reprodução total ou parcial.Para licenciar este conteúdo e reproduzi-lo entre em contato com nossa equipe comercial.