Aprovado no Senado o projeto que obriga síndico a denunciar violência doméstica

Proposta prevê também que morador deve informar às autoridades competentes os casos de violência contra a mulher no condomínio

O Senado aprovou nesta quarta-feira (8) o projeto que obriga moradores e síndicos de condomínios a informarem casos de violência doméstica às autoridades competentes. Texto vai à análise da Câmara dos Deputados.

Também foi aprovado proposta que prioriza a mulher como provedora para receber o auxílio emergencial destinado à família monoparental. Pelo texto, o recurso só vai para o pai quando comprovada a guarda unilateral do dependente.

O PL 2510/202, do senador Luiz do Carmo (MDB-GO) estabelece, entre outras determinações, o dever de condôminos, locatários, possuidores de imóveis e síndicos de informarem às autoridades competentes os casos de violência doméstica e familiar cometidos contra a mulher e que tenham conhecimento no âmbito do condomínio.

A medida prevê também o aumento em um terço da pena para o crime de omissão de socorro, quando se tratar de mulher em situação de violência doméstica ou familiar. Atualmente, o Código Penal estabelece pena de um a seis meses de detenção para quem omite socorro.

“Pretendemos, com tais medidas, fortalecer a delicada posição das mulheres brasileiras, que nem sempre têm condições de solicitar ajuda ou socorro nas mais diversas situações de violência de que são vítimas, entrando, lamentavelmente, como dados frios e sem rosto em relatórios estatísticos”, alertou o senador na justificativa do projeto.

Fonte: R7

Delegada Tupãense 

Atualmente à frente da DIG (Delegacia de Investigações Gerais), a Delegada Dra Milena Davoli Nabas de Melo tem atuado incansavelmente na luta contra a violência doméstica. 

Dra Milena conta com uma bagagem de anos no comando da DDM (Delegacia da Defesa da Mulher), divide seus conhecimentos, abre as portas da Delegacia e suas redes sociais, informando e apoiando quem precisa de ajuda. 

E nesta quinta-feira (9) participará de uma Live ao lado de duas advogados da OAB de São Paulo.

“Abordaremos nesta Live de amanhã o ponto de vista do condomínio e suas responsabilidades, e eu vou falar da parte policial, humanitária da questão da violência doméstica e a conscientização nos condôminos da importância de prestar auxílio”, explicou a Delegada.

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no print
Imprimir

Sobre o autor

Equipe Tupãense Notícias

Equipe Tupãense Notícias

O portal Tupãense reúne os melhores produtores de conteúdo da região para fornecer a você notícias de alta qualidade.

Mais notícias

Últimas notícias

Últimas notícias

Últimas notícias

Últimas notícias

Proibida a reprodução total ou parcial.Para licenciar este conteúdo e reproduzi-lo entre em contato com nossa equipe comercial.