Em dez meses 1.313 escorpiões já foram capturados em Tupã

Trabalho é possível graças às estratégias adotadas pela Prefeitura

Há 10 meses, a Prefeitura de Tupã realiza um trabalho incisivo para combater e impedir a proliferação de escorpiões no município. Durante todo este período, o Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) já coletou 1.313 animais na cidade, sendo que de 2018 até a metade de 2019 nenhum aracnídeo foi capturado pelas equipes.

Este número se dá porque antes de julho de 2019 não havia estrutura para a realização dos trabalhos. Entretanto, após a troca de Governo, o setor recebeu reformas de adequações e reestruturou as ações, resultando no reconhecimento de Tupã em nível estadual no dia 23 de outubro de 2019.

Além de ampliar as equipes de apenas 4 para 17 agentes, a Prefeitura também investiu em conhecimento, pois os profissionais participaram de diversas capacitações para que o trabalho de busca e captura de escorpiões fosse realizado de forma mais ágil e eficiente.

O município também passou a enviar amostras ao Instituto Butantan de São Paulo, um renomado centro de pesquisa biológica, para a retirada do veneno do escorpião e fabricação de soro antiescorpiônico, que posteriormente são enviados para hospitais da região.

As visitações recorrentes e sob demanda também foram ampliadas, já que com mais agentes foi possível atingir mais locais da cidade. Toda essa mudança radical no modo de trabalho chamou a atenção de diversos municípios da região, que vieram para Tupã aprender os métodos e protocolos desenvolvidos pelo CCZ.

O chefe do CCZ, Robison Luis, destacou que mesmo com o reconhecimento estadual, o setor continua intensificando o combate ao escorpião e que, além de traçar novas estratégias conforme a necessidade da cidade, os trabalhos já realizados de forma recorrente são mantidos.

“Uma questão importante para ampliar os serviços foram as capacitações em diversos locais, inclusive no renomado Instituto Butantan, que nossos profissionais tiveram oportunidade de participar.  Todo o conhecimento adquirido, alinhado com a busca e captura ativa desses animais, possibilitaram que Tupã fosse reconhecida por um trabalho eficiente no combate aos escorpiões”, disse.

O prefeito Caio Aoqui ressaltou que a dedicação dos agentes alinhada com a melhora das condições de trabalho no setor, foram responsáveis pelo excelente trabalho desenvolvido pelo CCZ. O chefe do Executivo também salientou que mesmo diante da pandemia, os demais trabalhos para saúde pública são realizados constantemente.

“Como gestor público, tenho a responsabilidade de oferecer condições de trabalho a cada profissional do equipamento público. Por isso, fico contente que as melhores condições, combinadas com o empenho e dedicação de cada profissional do CCZ, resultaram na ampliação dos trabalhos”, concluiu.

Cuidados contra o escorpião

Devido ao isolamento social ocasionado pela pandemia do novo Coronavírus, diversas pessoas estão organizando quintais, que podem possuir algum tipo de material que serve de esconderijo para o escorpião. Por isso, Robison alerta para que a população tome alguns cuidados, como o uso de sapatos fechados ao mexer nestes locais.

“Devido à pandemia, muitas pessoas estão organizando quintais. Por isso, pedimos para que a população tenha cuidado ao realizarem limpezas ou mexerem com materiais que servem de esconderijo para o escorpião. É importante que ao encontrar o animal, o munícipe ligue no telefone (14) 3404-2200 do CCZ para coletarmos o escorpião”, informou.

Atendimento de acidentes com escorpiões

A Santa Casa de Misericórdia de Tupã é o centro de referência em caso de acidentes com escorpião do tipo Tityus serrulatus. Portanto, ao invés de se dirigir às Unidades Básicas de Saúde (UBSs) ou Postos de Saúde da Família (PSFs), a população deve procurar o hospital imediatamente.

O hospital possui unidades do soro antiescorpiônico, que é a substância mais eficaz para o tratamento em caso de envenenamento causado pelo animal. O soro age neutralizando as toxinas do veneno encontradas no sangue e possivelmente nos tecidos. O quanto antes for feita a aplicação, maior é o potencial do soro.

Fonte: Assessoria de Imprensa

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no print
Imprimir

Sobre o autor

Equipe Tupãense Notícias

Equipe Tupãense Notícias

O portal Tupãense reúne os melhores produtores de conteúdo da região para fornecer a você notícias de alta qualidade.

Mais notícias

Últimas notícias

Últimas notícias

Últimas notícias

Últimas notícias

Proibida a reprodução total ou parcial. Para licenciar este conteúdo e reproduzi-lo entre em contato com nossa equipe comercial.