Prefeitura alerta: População deve usar máscaras e seguir recomendações de saúde

Medidas preventivas são fundamentais para diminuir contágio do novo vírus

Para evitar a proliferação do coronavírus, a Prefeitura de Tupã realiza diversas ações, como a divulgação de informações verdadeiras, realização de barreiras sanitárias, fiscalizações, desinfecção de espaços públicos e orientações aos profissionais de saúde, além de estabelecer regras para o funcionamento consciente das atividades comerciais na cidade.

Porém, para que economia e saúde caminhem lado a lado, a população deve seguir as recomendações de prevenção, que apesar de serem simples, diminuem o contágio da Covid-19 (doença ocasionada pelo novo vírus).

Entre as principais medidas está o uso de máscaras de pano ou cirúrgicas ao sair de casa.

Algumas pessoas não sabem a respeito da importância do uso do equipamento, mas o secretário municipal de Saúde, Dr. Miguel Ângelo de Marchi, explica o principal objetivo do uso de máscaras e como o equipamento pode diminuir as chances de contágio pelo novo vírus.

“O vírus pode ficar no ar por até três horas. Logo, mesmo que a população não tenha contato com alguém infectado diretamente, existe a possibilidade de contaminação, e as máscaras são uma importante barreira física para evitar esse contágio. Entretanto, é fundamental que as pessoas não a retirem por nenhum motivo enquanto estiverem na rua”, destacou.

As medidas de prevenção são um importante fator para controlar a pandemia, sem um colapso no sistema de saúde e também na economia da cidade. Dr. Miguel acrescentou que o uso de máscaras deve ser alinhado com a adoção das outras recomendações, para ampliar a proteção individual de cada um.

“A população também deve higienizar as mãos com água e sabão ou álcool 70% e praticar o distanciamento social, evitando sair sem que haja necessidade. O uso de máscaras, junto com a adoção dessas medidas, e também das ações realizadas pelo poder público, é fundamental para evitar a disseminação do vírus”, disse.

O secretário ainda comentou que o principal motivo de os casos de coronavírus em Tupã estarem estabilizados é a eficácia das medidas adotadas. “O uso de máscaras, distanciamento social e higienização frequente são os principais motivos de os casos estarem estabilizados na cidade. Isso porque a adoção de medidas contribuiu para quebrar o ciclo de transmissão”, falou Dr. Miguel.

Já o prefeito Caio Aoqui ressaltou que a prevenção ao novo coronavírus exige uma postura de seriedade do Poder Público e da população, que deve cooperar e seguir as recomendações dos órgãos de saúde. Para o chefe do Executivo, o trabalho de combate se dá principalmente por meio da união de esforços entre toda a comunidade.

“Estamos contentes em ver que a população está se adaptando a essa nova forma de viver, tomando cuidado e seguindo as recomendações de saúde. Percebemos também uma grande solidariedade. Isso nos dá a certeza de que estamos no caminho certo para vencer esta pandemia”, concluiu.

Fonte: Assessoria de Imprensa

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no print
Imprimir

Sobre o autor

Equipe Tupãense Notícias

Equipe Tupãense Notícias

O portal Tupãense reúne os melhores produtores de conteúdo da região para fornecer a você notícias de alta qualidade.

Mais notícias

Últimas notícias

Últimas notícias

Últimas notícias

Últimas notícias

Proibida a reprodução total ou parcial.Para licenciar este conteúdo e reproduzi-lo entre em contato com nossa equipe comercial.