Diário de Profissão: Delegada de Polícia

Dra Milena Davoli Nabas de Melo

Especial mês das mulheres com a Delegada Doutora Milena Davoli Nabas de Melo, responsável pela DIG da Polícia Civil da Seccional de Tupã

“Eu adoro tudo o que faço, sou completamente apaixonada por essa profissão”

Assim começa a conversa com a Dra Milena, onde falou sobre sua vida dentro e fora da Delegacia, ao longo de mais de 20 anos nessa profissão.

Uma mulher de aparência tranquila, cabelos loiros, olhar penetrante e serenidade nas palavras; uma mulher forte, batalhadora, mãe, esposa, filha, apaixonada pelo seu trabalho.

Uma mulher que acima de tudo é inspiração para outras mulheres!

Trajetória

Assim que se formou na faculdade de Direito foi para São Paulo fazer um cursinho preparatório especializado em concursos públicos, após um ano se preparando o único edital aberto era para Delegado de Polícia, justamente uma carreira que ela não tinha interesse. Porém fez mesmo assim para testar os seus conhecimentos.

Por ironia do destino, ela foi aprovada de primeira e começou a Academia de Polícia em 1997. Já nos primeiros dias se apaixonou pela profissão que a acompanha até hoje e é motivo de satisfação total em sua vida.

“Quando passei no concurso eu tinha 23 anos de idade, era muito nova. Foi meu primeiro emprego. Comecei trabalhar em uma Delegacia na cidade de São Paulo”.

Ela recorda como se fosse hoje do 89º Distrito Policial, localizado no Portal do Morumbi. Uma região de alto poder aquisitivo, mas também de favelas e uma delas é a de Paraisópolis, segunda maior favela da capital. Como ela mesmo classifica é uma cidade à parte, um mundo à parte.

E foi ali que ela iniciou sua carreira, fazendo investigações de crimes de homicídio, muito comuns naquela região. A equipe toda era composta por policiais recém-formados, uma equipe muito jovem onde o mais velho tinha 28 anos, nada que atrapalhou o trabalho policial, afinal como todos atuavam muito unidos e com vontade, o serviço sempre rendeu bem.

Inclusive ela ressalta que é muito difícil alguém que é policial civil não gostar do que faz, pois é uma oportunidade de fazer muito pelas pessoas, segundo ela, a melhor parte do trabalho.

“Se por um lado você está tirando a liberdade de alguém, por outro, você está defendendo uma vítima que essa pessoa deixou para trás, e nosso trabalho é feito justamente para essa vítima. É extremamente gratificante, não tem outro termo para usar”.

Após esse período mudou-se para Andradina/SP. Lá trabalhou no comando da Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) durante 12 anos, e faz questão de dizer que era uma equipe fabulosa.

“Ali eu aprendi a entender o que se passa na cabeça de uma mulher que sofre este tipo de violência e respeitar as decisões de uma mulher vítima. Não é tão simples, porque você lida o tempo todo com emoções. Nos crimes de violência doméstica existe um vínculo afetivo entre as partes, e lidar com este tipo de situação requer muito mais empenho. Sem mencionar vítimas crianças, os abusos sexuais praticados contra elas abala profundamente qualquer profissional”.

De Andradina ela foi designada para a Seccional de Tupã, e assumiu a Delegacia de Iacri. Depois de 3 anos foi convidada pelo Doutor Luiz Antônio Hauy, para assumir a DIG de Tupã, especializada em Investigações.

“Foi uma grata surpresa e uma satisfação muito grande porque foi onde me realizei como profissional. Já estou aqui há 5 anos e atuar na área de Investigação é o que mais me mantém motivada”

A Doutora Milena sempre foi muito determinada, com uma percepção muito aguçada. Depois de todos estes anos de experiência sua “intuição” não costuma falhar, um pouco do sexto sentido feminino.

Trabalho Policial

Não é fácil presenciar o local de um crime, você deve estar preparada, em constante aprimoramento, procurar ter calma e prestar bastante atenção aos detalhes.

“A cena do crime conversa com a gente. Se você ficar ali parado, estático e observando, com certeza vai encontrar muitas respostas”

Inspiração

Na Acadepol ela teve um professor chamado Eduardo Alaje, que ministrava Inquérito Policial, muito sério e rigoroso, foi grande fonte de inspiração para a Doutora Milena.

“Ele sempre fez questão de alertar que não devemos considerar um criminoso pior do que o outro porque ´bandido é bandido´. Seus conselhos e ensinamentos me preveniram de cometer muitos erros”

A Mulher na Polícia

A Responsável pela Delegacia de Investigações Gerais de Tupã observa que a relação com a população, criminosos e vítimas sempre foi de extremo respeito e não vê preconceito nenhum pelo fato de ser mulher.

Dentro da instituição trabalhou com muitas mulheres, inclusive na DDM todas eram mulheres. No início ela até pensou que poderia encontrar dificuldades e talvez a equipe não aceitar uma chefe feminina, mas teve uma surpresa quanto a isso. Todos sempre tiveram grande respeito por ela e vice-versa.

“Claro que sempre haverá alguma vaidade, nunca vamos agradar todas as pessoas.É uma honra uma mulher dirigir uma Delegacia de tanto destaque”

Redes Sociais

O instagram foi um meio que a Delegada encontrou para se comunicar com as pessoas de maneira mais direta, onde ela pode expor suas opiniões pessoais. Um canal para falar sobre o seu trabalho e incentivar outras mulheres a encontrarem a força dentro delas mesmas e escrever sobre o empoderamento feminino.

View this post on Instagram

Adoro!!

A post shared by Delegada Milena Davoli (@delegada_milena_davoli) on

“Muitas pedem conselhos, não tem dia nem hora, não é trabalho, é uma multiplicação de tudo o que eu recebi de Deus e quero compartilhar com as pessoas, eu aprendo muito com isso também. Uma oportunidade de auxiliar problemas que posso ajudar resolver. Um tema muito pertinente que procuro abordar é a personalidade narcisista. Toda mulher precisa saber sobre isso para NUNCA cair em um relacionamento assim”.

Mosaicos

Embora seja Delegada de Polícia e demonstrar sua força quando precisa, ela também tem toda a delicadeza feminina em seus gestos. Uma das maneiras que podemos perceber isso é através do seu trabalho em mosaicos.

Com a leveza que esse trabalho manual pede e o olhar sensível de uma verdadeira artista ela transfere toda sua elegância para as peças que faz.

Delegada e Delegado

Milena é casada com o Delegado Flávio Delgado de Melo, responsável pela DISE de Tupã. Juntos eles têm duas filhas e formam uma família linda.

“Eu conheci o Flávio no segundo ano de faculdade, estudamos juntos e foi amor à primeira vista. Quando fui fazer cursinho em São Paulo para prestar concursos, ele já era Escrivão de Polícia e todo esse período eu repassava o material para que ele também pudesse estudar”

“Eu passei no concurso, logo ele passou também. Nos casamos e já estamos juntos há 21 anos, em uma relação de muito respeito e muita união. Já passamos por muitas coisas juntos, que sempre fortaleceram ainda mais nossa união”.

 “O tempo todo se apoiando, costumo dizer que duas cabeças pensam melhor do uma. Um entende os problemas do outro e compreende que às vezes um não pode estar presente em uma data especial, como Natal ou Ano Novo, por conta da profissão mesmo, mas a gente dá muito valor em nosso trabalho e não deixamos isso interferir em nossa vida pessoal”, finalizou a Delegada.

“Milena, uma mulher dedicada e determinada! Sempre disposta a ajudar as pessoas que estão precisando. Profissional, mãe e mulher de primeira qualidade! Ao seu lado você estará sempre aprendendo!”
“Escolheram uma data para comemorarmos o Dia da Mulher, mas na realidade a mulher deve ser exaltada todos os dias do ano! Meus parabéns a todas as mulheres e, em especial, minha esposa Milena e minhas filhas Manuela e Lara”.
Palavras do seu companheiro de vida, Dr. Flávio de Melo

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no print
Imprimir

Sobre o autor

Equipe Tupãense Notícias

Equipe Tupãense Notícias

O portal Tupãense reúne os melhores produtores de conteúdo da região para fornecer a você notícias de alta qualidade.

Mais notícias

Últimas notícias

Últimas notícias

Últimas notícias

Últimas notícias

Proibida a reprodução total ou parcial.Para licenciar este conteúdo e reproduzi-lo entre em contato com nossa equipe comercial.