Pesquisar
Close this search box.

VÍTIMA PERDE R$20.000 EM GOLPE. DOIS CASOS ENVOLVENDO CARTÃO BANCÁRIO FORAM REGISTRADOS EM TUPÃ

Delegado Diretor da Central de Polícia Judiciária de Tupã, Doutor Washington Luiz Muzzi alerta a população para que fiquem atentos com golpes de estelionato, frequentes neste período.

Recentemente dois casos foram registrados em Tupã envolvendo cartão bancário. Fique alerta!

Cartão clonado

O golpista entra em contato com a pessoa se passando por funcionário da central de cartões do banco, comunicando que aquele cartão foi vítima de clonagem, ganha a confiança da pessoa e solicita dados pessoais e informações do cartão para analise, após comunica que alguém vai na casa da pessoa recolher o cartão para uma suposta perícia.

Uma das vítimas teve prejuízo de R$20.000 (vinte mil reais) com esse golpe em Tupã neste final de semana, conforme relatou a autoridade.

NÃO ENTREGUE CARTÃO PARA NINGUÉM. O BANCO JAMAIS MANDA QUALQUER PESSOA QUE SEJA BUSCAR O CARTÃO NA CASA DO CLIENTE, NÃO FORNEÇA DADOS POR TELEFONE E NUNCA INFORME A SENHA PARA NINGUÉM.

Recebeu alguma ligação ou ficou na dúvida a respeito de alguma transação, vá pessoalmente na agência bancária e solicite atendimento.

Anúncio de venda

O Golpista vê um anúncio de veículo e entra em contato demonstrando interesse, solicita para o dono retirar o anúncio do ar porque ele vai comprar e paralelamente cria um novo anúncio do veículo com um valor atrativo. Assim um terceiro se interessa por esta oferta, o golpista então informa o real proprietário que alguém vai ir olhar o carro, inventa uma história e fala para não comentar sobre valores ou sobre o negócio que está sendo feito.

Pronto o golpe está armado, o terceiro acredita que está fazendo um bom negócio, confere o veículo e volta a negociar com o golpista que recebe os valores e ai desaparece.

Empréstimo falso

Golpistas entram em contato oferecendo empréstimos com juros mais baixos do que o normal e na necessidade da vítima acabam aproveitando da situação e ludibriam o cliente solicitando valores para liberar a transação.

Desconfie de ofertas mirabolantes e se a pessoa está oferecendo crédito é pouco provável e até esquisito ela necessitar que você pague algum valor para receber mais de volta.

“Se eu estou precisando de dinheiro eu vou depositar? Você vai me liberar dez mil e precisa que eu deposite R$500, então me repassa apenas R$9.500. Ele não vai querer porque é golpe. A pessoa entra em contato com você, se chama Paulo e manda você depositar na conta da Maria, de outro estado. Tem coisa estranha aí”.

Falso sequestro

Não importa a idade, nem perfil. Os golpistas vão ligando aleatoriamente até encontrar alguém vulnerável e que acredite na situação.

É muito improvável que seja verdade, um crime de sequestro real é muito raro de ser registrado porque os criminosos sabem que com toda a tecnologia de hoje em dia é muito fácil de rastrear e localizar os envolvidos.

“Ficou na dúvida, procure a Polícia Civil”, orienta o Delegado.

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Email
Imprimir

Sobre o autor

Picture of Equipe Tupãense Notícias

Equipe Tupãense Notícias

O portal Tupãense reúne os melhores produtores de conteúdo da região para fornecer a você notícias de alta qualidade.

Últimas notícias

Últimas notícias

Últimas notícias

Últimas notícias

Proibida a reprodução total ou parcial.

Para licenciar este conteúdo e reproduzi-lo
entre em contato com nossa equipe comercial.