DESAPARECIDO

Fonte: Folha da Região e Valdecir Luis de Souza

Ronaldo César Capelari passou no final da tarde de ontem (13) em uma padaria que havia adquirido recentemente no bairro Planalto. Depois foi com a esposa para sua residência em um condomínio de alto padrão próximo ao trevo de acesso ao aeroporto.

Ele saiu de casa por volta das 19h30 para ir à natação em uma academia no bairro Ipanema. No entanto, não chegou no local. A última visualização de mensagem em seu WhatsApp foi às 20h14. Ele deveria ter chegado em casa às 21h, mas não retornou e nem respondeu às mensagens do celular. 

Durante a tarde desta terça-feira, familiares estavam desesperados em busca de informações sobre o paradeiro dele. O helicóptero Águia, da Polícia Militar, chegou a vasculhar a região onde a caminhonete foi localizada, que fica ao lado de uma mata fechada próximo a um córrego. No entanto, não havia nenhuma informação sobre o paradeiro dele.

Ronaldo, além de advogado, era músico e tocava em várias bandas, sendo a principal delas a banda Irmãos Ronaldo, que fez uma apresentação na festa de virada de ano em um bar na Praça Olímpica, mesmo local onde já tem um show agendado para o próximo dia 24. 

Ele é casado e tem um casal de filhos. O mais velho, de 18 anos, iria embarcar ontem a passeio para a Argentina.

Nas redes sociais, pela manhã, familiares e amigos divulgaram o seguinte apelo público, acompanhado de fotos: 

Bom dia a todos! Este é o advogado Ronaldo César Capelari, ele mora no Delta Park e saiu de casa ontem por volta das 20 hrs para ir na natação, na academia am2, perto do Rondon da Rua do Fico. Não foi visto mais desde que saiu de casa. Estava numa S10 Branca, modelo novo. Placas FJJ 2201. A família está muito aflita, qualquer notícia favor entrar em contato com telefone 18 98158-8359 – João Capelari.

Caminhonete de advogado desaparecido é encontrada

A caminhonete S-10 cabine dupla, do advogado e músico Ronaldo César Capelari, 53 anos, desaparecido desde a noite desta segunda-feira (13), foi encontrada na manhã desta terça-feira (14) abandonada e trancada em uma estrada de terra logo após a divisa de Araçatuba com Birigui.

A caminhonete foi encontrada por policiais militares depois que uma pessoa informou ter visto o veículo abandonado na estrada, que começa em um prolongamento da rua dos Fundadores, após o córrego que divide Araçatuba e Birigui. Apesar do local estar nos fundos do bairro Água Branca, pertence ao município de Birigui.

Uma testemunha afirmou ter visto um rapaz caminhando pela estrada próximo a caminhonete, e quando passou por ele, o rapaz teria colocado a mão no rosto, como se estivesse tentando se esconder. No entanto, a testemunha não sabe se foi ele quem deixou o veículo no local. Este rapaz seria moreno e magro.

A caminhonete foi vista por testemunhas por volta das 5h da madrugada de hoje (14). Como o veículo estava trancado e familiares não encontraram a chave reserva, um chaveiro foi chamado para abrir o veículo. O par de chinelos, que funcionários identificaram como sendo do advogado, estava no assoalho da caminhonete, do lado do motorista.

Atrás dos bancos dianteiros havia marcas de sujeira, indicando que pessoas teriam sentado no banco traseiro da picape, que é cabine dupla.

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no print
Imprimir

Sobre o autor

Equipe Tupãense Notícias

Equipe Tupãense Notícias

O portal Tupãense reúne os melhores produtores de conteúdo da região para fornecer a você notícias de alta qualidade.

Mais notícias

Últimas notícias

Últimas notícias

Últimas notícias

Últimas notícias

Proibida a reprodução total ou parcial.Para licenciar este conteúdo e reproduzi-lo entre em contato com nossa equipe comercial.