Semana Cultural da Consciência Negra conta com diversas atrações

Evento ocorre do dia 19 ao 28 e conta com atividades em diversos locais do município

A “Semana Cultural da Consciência Negra de Tupã” começa hoje (19) e se estende até o dia 28. A programação movimentará diversos espaços públicos do município com exibições de filmes, oficinas, exposições, festa e show.

As atividades alusivas ao Dia da Consciência Negra, comemorado em 20 de novembro, são promovidas pela Secretaria Municipal de Cultura, em parceria com ONG Umont, Ponto MIS, Gêneros e Etnias, Poiesis, Oficinas Culturais e Governo do Estado. De acordo com o chefe do Setor de Museus, André Prado – “Blackrap”, esta ação é uma forma de reconhecimento da cultura afro-brasileira de Tupã.

“Motivados a levar o conhecimento sobre o contexto histórico de racismo, intolerância e opressão, realizamos a Semana Cultural da Consciência Negra de Tupã desde o ano passado, com o objetivo de trazer a representatividade de um povo que ficou silenciado por muito tempo. Com a iniciativa, promoveremos um momento de reflexão sobre a cultura e identidade dos negros. Convido a todos para participarem das atividades”, convidou.

Segundo o secretário municipal de Cultura, Duda Gimenez, através da difusão cultural e atividades que promovem a reflexão sobre a igualdade racial, a ação visa celebrar, valorizar e preservar a cultura afro-brasileira no município.

“Esta Semana resgata a importância da discussão sobre a valorização da cultura afro-brasileira. Apesar do nosso país ser miscigenado, infelizmente, ainda presenciamos casos de racismo em muitos locais. Por isso, a programação vem ao encontro da ideia de reflexão, para que os preconceitos sejam extintos. A informação é a melhor forma de estimular a igualdade social”, destacou.

O prefeito Caio Aoqui agradeceu a todos os parceiros da realização e enfatizou a importância de programações que contemplem a diversidade cultural brasileira. O chefe do Executivo também convidou a população para prestigiar os eventos alusivos ao Dia da Consciência Negra, juntamente com família e amigos.

“Gostaria de agradecer a todos os parceiros desta realização tão importante para a valorizar a cultura afro-brasileira, que é tão presente em nosso país. O Brasil possui uma diversidade cultural muito grande e é fundamental preservar todas essas diferenças, porque são elas que fazem o país tão bonito. Convido a população para participar das atividades que foram preparadas com carinho para promover a reflexão sobre a cultura negra”, convidou.

Programação

Do dia 19 a 28 de novembro, inicialmente a Biblioteca Municipal e o Paço Municipal receberão a exposição fotográfica “África em Nós”, que representa a herança e influência africana no cotidiano brasileiro. Posteriormente, as fotos também marcarão presença em outros locais e em outras atividades que compõem a programação.

Já no dia 21, às 20 horas, o “Quinta com arte” contará com show da Orquestra Municipal “Maestro Júlio de Castro”, na Praça da Bandeira. Com início na quinta-feira (21) e encerramento na sexta-feira (22), Kleber Lourenço irá ministrar a Oficina de Dança “O Corpo Brincante”, das 19h às 23h, no Espaço das Artes.

No domingo (24), das 16h às 21h30, será realizada a AFROFEST 2019, na Praça do Estádio. A programação da “Semana Cultural da Consciência Negra de Tupã” se encerra com a exibição dos filmes “Uma Escolha” e “Parece Comigo”, no dia 27 de novembro, a partir das 14 horas, na Escola de Segundo Turno – Núcleo Izilda de Freitas Alves, localizado na rua Tapuias s/n (antiga FEPASA).

Dia da Consciência Negra

O Dia da Consciência Negra é comemorado em 20 de novembro em todo o território nacional. A data foi escolhida por ter sido o dia da morte do Zumbi dos Palmares, líder do Quilombo de Palmares, que lutou contra a escravidão no nordeste brasileiro.

A celebração relembra a importância de refletir sobre a posição dos negros na sociedade, pois as gerações de afro-brasileiros que sucederam a época da escravidão sofrem diversos níveis de preconceito até os dias atuais. Portanto, a data é uma forma de reconhecer a relevância dos descentes na constituição e construção da sociedade.

A data foi estabelecida pelo projeto Lei nº 10.639, no dia 9 de janeiro de 2003. Porém, somente em 2011 a lei (Lei 12.519/2011) foi sancionada pela ex-presidente Dilma Rousseff.

Fonte: Assessoria de Imprensa

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Email
Imprimir

Sobre o autor

Equipe Tupãense Notícias

Equipe Tupãense Notícias

O portal Tupãense reúne os melhores produtores de conteúdo da região para fornecer a você notícias de alta qualidade.

Mais notícias

Últimas notícias

Últimas notícias

Últimas notícias

Últimas notícias

Proibida a reprodução total ou parcial.

Para licenciar este conteúdo e reproduzi-lo
entre em contato com nossa equipe comercial.