Entenda as taxas das maquininhas de cartão

Se você é empreendedor ou possui algum tipo de estabelecimento comercial sabe que nos dias de hoje não dá pra não aceitar cartões de crédito e débito, seja online ou através de uma maquininha de cartões. E uma dúvida recorrente de quem tem ou quer ter uma maquininha é: são cobradas taxas? e quais são elas?

As empresas que disponibilizam a cobrança pela internet ou maquininhas de cartão oferecem toda uma infraestrutura para processar estes pagamentos de forma online. Sendo assim, eles irão cobrar taxas para realizar a intermediação dessa venda e o posterior repasse a você.

Taxa da venda

A primeira taxa cobrada é a taxa sobre a venda. Este é um valor único descontado do valor principal que você está cobrando. Por exemplo: se você pretende cobrar R$ 100 do seu cliente, e a sua taxa da venda é de 3,5%, então serão descontados R$ 3,50 de você.

Tarifa de cobrança

Essa tarifa de cobrança é cobrada somente em intermediadores que viabilizam as vendas pela internet como o MercadoPago, o Paypal, o Pagseguro, etc. Essa tarifa de cobrança nunca é cobrada em maquininhas de cartão. A tarifa de cobrança geralmente está entre R$ 0,40 e R$ 0,80 por transação, independente do valor

Taxa de adiantamento de parcelas

A segunda taxa cobrada é referente ao adiantamento das parcelas. A maioria das maquininhas hoje oferece o adiantamento automático de parcelas, ou seja, você não precisa solicitar o adiantamento, ele é feito de forma automática. Esta taxa é cobrada pois o intermediador irá lhe repassar o valor total da venda (descontada a taxa de adiantamento) enquanto seu cliente segue pagando mensalmente.

Não existe risco de calote ou de problemas com a venda: se o seu cliente atrasar uma parcela, isso será resolvido entre ele e o banco dele.

O que você precisa saber sobre essas taxas

Atualmente o Brasil vive um cenário de intensa concorrência na área de pagamentos eletrônicos. Isso significa que existem muitas opções de maquininhas a disposição, algumas mais conhecidas como a Moderninha do Pagseguro ou a Sumup Total da Sumup (antiga Payleven), e outras nem tanto como as maquininhas da Widepay, da Izettle ou da Bin.

Essa concorrência é excelente para os empresários pois incentiva que cada maquininha busque oferecer taxas menores que as demais. Sendo assim, é muito importante que você pesquise as opções disponíveis e as taxas antes de comprar ou alugar uma maquininha para o seu estabelecimento.

Ao comparar as taxas de venda preste atenção aos seguintes itens:

  • A taxa oferecida é promocional ou é definitiva? Algumas empresas estão oferecendo taxa zero porém com restrições (somente nos 3 primeiros meses, ou somente até 50.000 de faturamento, por exemplo)
  • Qual é o prazo de repasse? Para recebimentos em 1 dia a taxa é maior. Algumas empresas divulgam a taxa menor sem frisar que o repasse é em 30 (ou às vezes 45) dias.
  • Existem regras ou condições para adquirir ou permanecer com a maquininha? Isso pode ocorrer com maquininhas alugadas. Leia o contrato com atenção.

Ao comparar as taxas de parcelamento preste atenção aos seguintes itens:

  • A empresa da maquininha pode exibir a taxa por parcela, ou pode exibir uma tabela pré-calculada. Se ela exibir a taxa por parcela, você precisará fazer o cálculo manualmente para saber o quanto irá gastar com a venda. Se ela exibir a tabela pré-calculada, basta aplicar a taxa correspondente à quantidade de parcelas.
  • Existem dois métodos para calcular o quanto você realmente vai pagar de taxas em um parcelamento: o método da multiplicação simples (usado pela maioria das maquininhas, por ser mais simples) e o método da amortização.
  • No método da multiplicação simples basta multiplicar a taxa informada pela quantidade de parcelas menos uma. Por exemplo: se a taxa é 2,99% e você irá dividir em 12x, a taxa de parcelamento final será de 2,99 * 11 = 32,89% (essa é somente a taxa do parcelamento; deve-se adicionar a taxa da venda também).
  • No método da amortização a taxa é aplicada a cada parcela individualmente de acordo com o prazo de recebimento daquela parcela, para então somar tudo ao final. Neste método a cobrança torna-se muito mais justa, porém o cálculo é mais complexo: é necessário montar uma pequena planilha para realizar este cálculo, ou então usar algum serviço online que faça o cálculo para você.

Considerações finais

Existem custos associados ao recebimento com cartões, é claro. Mas o uso de cartões traz muitos benefícios aos consumidores e às empresas: menos necessidade de troco, mais segurança, maior agilidade nas transações, mais comodidade pro consumidor, menos burocracia para realizar parcelamentos, etc.

Esses custos devem ser absorvidos por você e considerados nos preços dos seus produtos e serviços, ou seja, você já deve embutir isso no seu preço – você não irá pagar isso “do seu bolso”.

Em 2017 foi aprovada uma lei que permite apresentar preços diferentes de acordo com a modalidade de pagamento, portanto oficialmente agora é permitido cobrar mais caro para passar no cartão. Mas mesmo assim muitos estabelecimentos optaram por manter o mesmo preço para cartão e dinheiro. Sendo assim, cabe a você decidir qual será a política da sua empresa.

Se você quer ter, ou se você já tem, uma maquininha de cartões, pesquise as ofertas disponíveis no mercado. Com certeza você irá reduzir seus custos de recebimento de cartões.

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no print
Imprimir

Sobre o autor

Denis Gomes Franco

Denis Gomes Franco

Denis Gomes nasceu em São Vicente mas sua família se mudou para Tupã em 1990. E por aqui encontrou boas oportunidades para empreender, criando uma empresa de comunicação e fazendo um pouco de tudo para ajudar pessoas de todo o Brasil a resolverem seus problemas através de produtos e serviços sob medida. Atua nas áreas online com sites e ecommerce, gráfica rápida e produtos personalizados. Nas horas vagas, gosta de responder dúvidas e auxiliar pessoas em assuntos ligados a empreendedorismo através da internet em sites e fóruns de discussão.

Mais notícias

Últimas notícias

Últimas notícias

Últimas notícias

Últimas notícias

Proibida a reprodução total ou parcial.Para licenciar este conteúdo e reproduzi-lo entre em contato com nossa equipe comercial.