Polícia Militar de Tupã utiliza arma não letal e preserva vida de agressor

A Polícia Militar de Tupã foi acionada na noite de quarta-feira (9) para atender uma ocorrência de desinteligência com vias de fato no Distrito de Parnaso, um indivíduo estava em posse de arma branca, ofendendo e amaçando os seus familiares.

Quando os Policiais chegaram se depararam com C. A. M., muito alterado e agressivo, o mesmo estava com um pedaço de madeira nas mãos e alegando que não seria preso sacou uma faca e declarou que ia se matar.

A todo o momento ameaçando intentar contra a própria vida e de todos os presentes, em dado momento ele correu em direção a Equipe Policial e de imediato, para preservar a vida de todos ali, inclusive do próprio agressor, a 3º Sargento Andréia interviu com a utilização de uma pistola de incapacitação neuromuscular (spark), o disparo acertou no tórax e perna e a descarga elétrica imobilizou o agressor.

Em segurança os Policias contiveram e algemaram o indiciado, que foi socorrido ao Pronto Socorro da Santa Casa para atendimento e após foi conduzido a CPJ para os devidos procedimentos legais.

O preparo e a rápida ação policial garantiu a integridade física de todos os envolvidos, salvou a vida dos familiares, guarnição e mesmo a do agressor.

O Spark é uma arma não letal, que demonstra a cada dia ser um alternativa tática muito eficiente para a Polícia Militar, que tem como princípio preservar a vida.

Parabéns a todos os Policiais Militares envolvidos na ação, 3º Sargento Andréia, Cabos Morales, Santos, Soares, Mauro e Soldado Alex, pelo excelente trabalho executado.

Por: Matheus Trentini e Equipe Tupãense

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no print
Imprimir

Sobre o autor

Equipe Tupãense Notícias

Equipe Tupãense Notícias

O portal Tupãense reúne os melhores produtores de conteúdo da região para fornecer a você notícias de alta qualidade.

Mais notícias

Últimas notícias

Últimas notícias

Últimas notícias

Últimas notícias

Proibida a reprodução total ou parcial. Para licenciar este conteúdo e reproduzi-lo entre em contato com nossa equipe comercial.