Policiais recebem Treinamento de Resgate Tático em Tupã

O Portal Tupãense esteve presente no “Treinamento de Resgate Tático ao Policial Ferido” que aconteceu hoje (22) no período da manhã nas dependências do antigo hospital psiquiátrico (IPT), instruído pelo Sargento Tenório em Tupã.

O treinamento é baseado nos procedimentos operacionais padrão da Polícia Militar e tem como objetivo apresentar ao policial técnicas básicas para o seu próprio socorro ou para utilização em outro policial em situações de emergência, em locais de alto risco e ambiente hostil em que o suporte de atendimento pré-hospitalar seja inviável naquele momento.

Torniquete

Um dos instrumentos utilizados durante o treinamento foi o torniquete que é um dispositivo usado para barrar a circulação sanguínea num membro que sofreu uma lesão provocando hemorragia grave; e usado por até duas horas não prejudica o corpo físico durante e após o seu uso.

O dispositivo quando colocado no ferimento só é removido pelo médico dentro do ambiente hospitalar. Ele já faz parte de algumas categorias da Polícia Militar há bastante tempo, porém o seu uso só foi estendido para toda corporação em 2018.

De acordo com Sargento Tenório muitos incidentes com policiais feridos acabavam em morte, por falta do mínimo possível de socorro: “As estatísticas mostram que mais de 60% dos ferimentos em combates são em extremidades do corpo em membros superiores e inferiores. Um simples torniquete é o suficiente para estancar os locais com hemorragias e dar essa sobre vida ao policial até ele chegar a unidade especializada de tratamento”, explicou o Sargento.

Instrução de Resgate Tático

O Sargento Tenório é o instrutor responsável pelos treinamentos principalmente na área da 2ª Companhia e também em outras regiões como Bauru. Policiais Militares de outras regiões também participam dos treinamentos ministrados pelo Sargento.

Tenório disse que os treinamentos ocorrem mensalmente em Tupã e também existem os treinamento periódicos no 9° Batalhão de Marília.  

Os policias treinaram também com armas de paintball, simuladores de granada e sons numa simulação de grave ocorrência, para estimular a atenção do policial em efeitos surpresas de grande porte.

Cerca de 20 policiais de Tupã e região participaram do treinamento, vale ressaltar que todos presentes estavam de folga e são voluntários. As instruções não são obrigatórias porém os treinamentos técnicos são essenciais para sobrevivência.   

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no print
Imprimir

Sobre o autor

Equipe Tupãense Notícias

Equipe Tupãense Notícias

O portal Tupãense reúne os melhores produtores de conteúdo da região para fornecer a você notícias de alta qualidade.

Mais notícias

Últimas notícias

Últimas notícias

Últimas notícias

Últimas notícias

Proibida a reprodução total ou parcial. Para licenciar este conteúdo e reproduzi-lo entre em contato com nossa equipe comercial.